sábado, 22 de novembro de 2014

0

Entenda como funciona o processo pra se viciar em uma droga

Muito se discute sobre o grau de vício de diferentes drogas, dependendo do caso, pra justificar sua proibição ou legalização. Em muitos casos, não acredito que fatores que correspondem estritamente à parte física do corpo expliquem o que desencadeia o vício em uma droga. A análise dos números crus entre viciados e não-viciados podem levar a conclusões totalmente errada. Lembre-se: Estudos científicos são o terreno onde desenvolvem-se as conclusões, e não as conclusões em si, como toda a comunidade científica e adolescentes que recentemente descobriram argumentos contra a pseudo-religião de seus pais pensam.

Creio que é o seu estado de espírito (aqui no sentido figurado da palavra) é que possa explicar o que desencadeia um vício. Viktor Frankl, criador da logoterapia, fala das doenças noogênicas, as "doenças de espírito", ou a doença da "falta de um significado". Um sintoma comum entre essas doenças é a busca incessante por sensações. A neurose noogênica acomete quase todo mundo que se perdeu de um sentido. Veja como é comum pessoas que odeiam o mundo, culpam tudo por todos, falam que a humanidade é um lixo, etc. Esse é um ódio da pessoa pra ela mesma, canalizado na coisa que sempre acolhe ela: a humanidade. É o que acontece, por exemplo, quando o jovem se vê nas primeiras disputas de "poder" na escola, tentando se encaixar no grupo de populares e humilhar o grupo dos excluídos. Geralmente, esses jovens não conseguem sucesso em sua empreitada, e sempre se enxergam como deslocados e humilhados pela não aceitação no grupo pretendido. Mas certa neurose o impede de descarregar esse ódio que ele sente por não ter sido aceito no grupo que não o aceitou, então o ódio recai, em uma linha de raciocínio que impressiona por sua imbecilidade, nos pais. Os pais que sempre o acolheram e deram tudo o que podiam pra ele serão os alvos de seu ódio. 

Muito das doenças, vícios e crimes são decorrentes desse tipo de doença, ignorada, porque ao que tudo indica, todos os que estão doentes enxergam na cura a sua maior inimiga.



0

Homem joga cadeira em juíza que condenou o assassino de seu filho a 120 horas de trabalho comunitário

O triste e revoltante acontecimento foi na Polônia, onde um homem que estava acima da velocidade permitida perdeu o controle do carro e matou uma criança de dois anos e seus dois avós. A corte considerou que, como tinha perdido o controle do carro, ele não pode ser considerado culpado. O assassino foi condenado a 120 horas de serviço comunitário. O pai da criança, que perdeu também o pai e a mãe, jogou uma cadeira na juíza no momento da sentença.


0

Um vídeo pra mostrar que o bicho tá pegando no México

Um conjunto de fatores fizeram com que manifestações sem precedentes no México eclodissem contra o presidente Peña Nieto, do Partido Revolucionário Institucional (algo com revolucionário no nome nunca é bom). Os 43 estudantes desaparecidos, que provavelmente foram mortos pelo narcotráfico acabaram como uma síntese à onda de violência no país. Somados à descoberta de uma mansão que sua mulher comprou, que era propriedade de uma empresa que venceu diversas licitações, e diversas denúncias de corrupção, o povo se revoltou. Os confrontos estão se intensificando, ficando cada vez mais feios. Veja:

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

0

Coisas estranhas que você pode achar no metrô de Londres

Já fiz aqui posts sobre coisas estranhas que você pode achar no transporte coletivo, mas agora teremos uma edição especial do metrô de Londres (pra quem não sabe e precisa de doses cavalares de leitura, fica na Inglaterra). Merece uma edição especial porque só lá tem muita coisa estranha. Planejo fazer uma edição especial de São Paulo.

Ovelha


Homem durex


Mulher cagando


Coelho


Corpo com testículos e tomate nas tetas


Pandas


Homens estranhos


Super sayajin


Raposa


Short sexy


Confusão


Irmãs gêmeas com a mesma roupa fazendo a mesma coisa


Pinguim


De novo

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

0

Veja o que Morgan Freeman acha sobre o dia da consciência negra

Diferente do Brasil, os EUA comemoram o mês da consciência negra, quando escolas dedicam esses 30 dias pra contar a "história dos negros". Ainda no jogo do racismo, essas pessoas que se dizem defensoras dos negros cometem o crime de racismo em sua própria bandeira: a discriminação entre negros e brancos. Não basta a contradição, começa aí a cagada: a formulação de leis que criam o precedente e a jurisprudência pra que outras leis baseadas em uma diferenciação entre negros e brancos apareça, deixando margem pra crimes contra certos humanos que se encaixam em tal descrição. Foi o jeito que o estado deu pra continuar no plano de invadir toda e qualquer liberdade das pessoas: dividir pra conquistar. É o que acha Morgan Freeman também:

0

Super-heróis e vilões com vestimentas do século 16

A era elizabetana (período de tempo referente ao reinado da rainha Elizabeth I que no Brasil vira Isabel não sei porquê), que durou do dia 17 de Novembro de 1558 até 24 de Março de 1603, traz consigo um período da moda também, já que os trajes eram bem específicos (caso você goste de moda e queira mais informações sobre, basta clicar aqui). O fotógrafo francês Sacha Goldberger fez uma série de fotos mostrando heróis e vilões com vestimentas típicas dessa época. Ah, procure por imagens da rainha Elizabeth I e veja se encontra algum personagem parecido em "Alice no país das maravilhas".

Batman e Robin


Princesa Leia


Mulher-gato