Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

É errado pegar 20 litros de refrigerante no Burger King?

Eis que a patrulha da hiper moralidade desvirtuada se revoltou (novamente) com o tal do "jeitinho brasileiro" que aparece no vídeo a seguir:


Se você está com preguiça de ver 6 minutos de vídeo, explico rápido: O Burger King tem um promoção na qual você, após comprar seu lanche, tem 30 minutos de refrigerante grátis. Você pode ir lá e encher seu copo quantas vezes quiser por 30 minutos e não paga nada. Mas, o que essas pessoas notaram (e algumas ao redor do mundo também, é comum achar vídeos de pessoas dos EUA que fizeram o mesmo que eles), é que o Burguer King não especifica qual o tamanho do recipiente que você pode encher. Ou seja, eles levaram um galão de 20 litros e encheram lá mesmo.

A discussão que aconteceu após o vídeo viralizar foi: Foi uma atitude correta? Essas pessoas são imorais? Ok, na verdade não foi uma discussão. Foram pessoas de um lado lamentando que o brasileiro seja tão imoral, e outras comemorando que tem que foder com todas as empresas mesmo. 

Acontece que, existe a questão moral em um contrato? Ao participar da promoção, e efetuar o pagamento do seu lanche, você está assinando uma espécie de contrato. Você concorda com os termos da promoção que o Burger King fez. Os contratos foram feitos exatamente pra acabar com a necessidade de contar com o bom senso ou o caráter de alguém, contar com isso é muito arriscado em um negócio. Ou seja, as duas partes do contrato concordam com os termos, e se tais termos não forem cumpridos, alguém será ressarcido. Se os termos do contrato abrem margem pra eu encher um caminhão-pipa de refrigerante, não há nada de errado em dar ré com um caminhão pipa ali e enchê-lo, afinal, está no contrato que eu assinei.

Depois disso, o principal argumento que vi foi a alegação de que o Burger King poderia acabar com a promoção por causa de tal atitude. Sendo assim, a imoralidade não está em encher o galão de refrigerante, e sim em arriscar o fim da promoção pra todos em prol de uma atitude individual. Argumento um tanto especulatório e sem noção. O Burger King não está fazendo um favor pra ninguém. A promoção está trazendo mais clientes e agregando valor pra marca deles. Se, e somente se, eles notarem que a atitude de encher galões de 20 litros está prejudicando as finanças da empresa, uma cláusula será colocada no contrato. Algo como "válido somente para copos de até 500ml" ou qualquer coisa assim. Desse modo, se o Burger King se sentir prejudicado, os únicos que perderiam alguma coisa são as pessoas que tem a intenção de encher seus galões.

Sabe aquela história de "leia o contrato antes de assinar"? Vale pras empresas também. Moral no cu dos outros é refresco.

Comente com o Facebook: