Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Fatos muito estranhos ou inexplicáveis que de fato aconteceram

Alguns fatos aqui são macabros, como o do navio Ourang Medan. Outros são só estranhos mesmo, como o homem que sempre sonhou em ter a perna amputada, e que consegue realizar seu sonho aos 68 anos. De qualquer forma, você não vai conseguir encontrar explicações convincentes pros relatos a seguir. Veja:

O homem que não estava morto



No dia 20 de Setembro de 1885, um homem recebeu uma carta de seu irmão, que era tido como morto há 13 anos. A carta dizia que seu irmão estava sofrendo de doenças mentais, e que se retirou em segredo pro tratamento. A caligrafia da carta batia com a de seu irmão, então ele exumou o túmulo do irmão, que estava vazio. A carta também dizia que ele planejava uma visita, mas ele nunca apareceu.

A maldição da tumba mongol 


No dia 21 de junho de 1941, arqueólogos soviéticos abriram a tumba e removeram o esqueleto de um grande Khan Mongol chamado Timur, mesmo com o aviso de moradores locais que alertavam sobre uma grande guerra que iria acontecer caso o esqueleto fosse removido de lá. No dia seguinte a operação Barbarossa, a operação mais longa e mais brutal da segunda guerra mundial, aconteceu lá. Centenas de milhares de pessoas morreram.

O número de telefone




Toda pessoa que teve o número de telefone 0888-888-888 morreu de maneira terrível. A primeira vez que alguém teve esse número foi na Bulgária, no ano 2000, e desde então, supostamente tirou a vida de 3 pessoas. Uma por um câncer repentino que a matou rapidamente e outros dois atingidos por vários tiros. O número foi suspenso indefinitivamente em 2007.

Ourang Medan



Em Fevereiro de 1948, chamadas de emergência foram recebidas por diversas embarcações que estavam próximas a Indonésia, do cargueiro holandês SS Ourang Medan. Em uma chamada cortada, e com muito sotaque inglês, um homem disse que "todos os oficiais, inclusive o capitão, estão mortos. Possivelmente todos no navio também estão". Logo após, houve uma sequência de código morse indecifrável devido à má qualidade da ligação, e uma frase final: "Eu morro". Quando equipes de resgate entraram no navio, encontraram todos mortos, no chão, os olhos abertos e rostos com expressão de pânico. Até o cachorro que estava no navio foi encontrado morto. Os corpos estavam sem ferimentos. O navio pegou fogo de repente e afundou.

Mancha de sangue



Estudantes da escola primária Riverwood, de Sydney voltaram das férias de verão pra encontrarem 1,5 litros de sangue humano no playground da escola. Pra um adulto, essa quantidade é o equivalente a 30% do sangue no corpo, em média. Testes de DNA só conseguiram detectar que o sexo da pessoa dona do sangue era o masculino. Ninguém sabe até hoje de quem é o sangue.

Um filme não revelado


Em 1997, Rita Swift encontrou um rolo de filme enquanto estava olhando um bauzinho de uma casa que ela recém tinha mudado. O papel que estava junto com o filme dizia "tirado em nosso quintal, 1969". As primeiras 16 fotos eram mesmo de pessoas que aparentavam ser de 1969 na parte de trás da casa, mas as fotos 17, 18 e 19 mostravam pessoas que pareciam de outra época. A câmera era uma Brownie Hawkeye 20 usando filme 620 preto e branco, mas as últimas 3 fotos pareciam ter qualidade muito inferior. As fotos mostram pessoas com roupas de nativos americanos por volta do século 19. A primeira foto mostra o que parecem ser 3 homens dançando ao redor de um pote de água. A segunda mostra a foto de um animal grande, parecido com uma vaca, com várias pessoas ao redor dela. A terceira mostra uma fogueira muito grande, e várias pessoas dançando em círculo.

A mulher nas paredes



Uma mulher de 57 anos, no Japão, resolveu instalar um circuito interno de câmeras depois de perceber que algumas coisas estavam sumindo, inclusive comida. No dia seguinte, ao ver o vídeo da noite anterior, ela viu uma mulher pequena saindo do armário que tinha em um quarto que não era usado por ninguém. Ela comeu, pegou um pouco de dinheiro, tomou banho e voltou pro armário. Pensando que ela era uma ladra que entrou ali pra roubar e depois ir embora, ela chamou a polícia. A polícia vasculhou a casa e descobriu que a mulher ainda estava escondida no armário. Depois descobriram que a mulher vivia ali há mais de um ano.

O homem com a máscara de ferro



O livro e o filme "O homem com a máscara de ferro" foi baseado em fatos reais. Em 1669, O rei Luís XIV mandou um homem pra Fortaleza de Pignerol que não foi acusado ou condenado de qualquer crime. Ele foi obrigado a vestir uma máscara de veludo e osso de baleia. Um guarda especial foi designado pra não deixar com que ele fosse visto, ouvido, descoberto ou reconhecido. Depois de ser transferido pra diversas prisões, o homem mascarado morreu em 1703 sem que ninguém além do rei saber o motivo desse castigo ou quem ele era.

A história de Edgar Allan Poe que virou verdade



Na história de 1838 do Edgar Allan Poe chamada "A narrativa de Arthur Gordon Pym", três sobreviventes de um naufrágio que estão à deriva e famintos assassinam uma quarta pessoa e comem-a pra sobreviver. O nome da pessoa comida, na história, é Richard Parker. Em 1884, três sobrevivente de um naufrágio real comem uma quarta pessoa pra poderem sobreviver. O nome da pessoa comida também era Richard Parker. 

O irmão gêmeo do mal



Edward Mordrake era um homem talentoso que nasceu com um rosto extra na nuca, com feições femininas. Embora esse rosto não pudesse comer nem falar, ele podia chorar e rir, e os olhos se moviam independentes da vontade de Edward. Ele implorou por anos pra médicos tentarem remover o rosto de sua nuca, já que ele "falava coisas más" durante a noite, mas os médicos recusavam devido à complexidade da operação. Ele cometeu suicídio com 23 anos.

O sonho de Lincoln



Pouco antes de ser morto, Abraham Lincoln falou pra vários membros de seu gabinete e pra sua mulher, Mary, sobre o sonho que ele teve. No sonho, ele disse que viu um soldado ao lado de um caixão. Ele ouviu pessoas chorando. "Quem morreu na Casa Branca?", ele perguntou pro soldado. A resposta foi "O presidente".

O sonho de ser perneta


George Boyer sempre quis ter uma perna "desde que eu era criança". Terapeutas convenceram ele de que esse desejo era irracional, mas quando ele tinha 68 anos, seu desejo bizarro se tornou tão urgente que não dava mais pra ignorá-lo. Ele planejou a amputação cuidadosamente, e quando o grande dia chegou ele sentou no seu quintal, fez um torniquete e puxou o gatilho. Depois ele chamou uma ambulância e mesmo chegando no hospital vivo, o cara persuadiu os médicos a amputarem a perna dele ao invés de tentarem salvá-la. Depois de 12 dias, os médicos concordaram em amputar ela. O George perneta viveu feliz depois disso.

Comente com o Facebook: