Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Esse post explica a diferença definitiva entre mães e pais

A figura da mãe e do pai exercem papeis diferentes na formação cognitiva, psicológica e noológica da pessoa. Embora seja uma afirmação óbvia pra todos que foram criados pelo pai e pela mãe, alguns insistem em negar isso em nome de uma ou outra ideologia, ou por uma ou outra discussão. Mas não é nisso que vou me aprofundar. Negar o real. Creio que a semente de alguém que nega o real advém de uma arrogância psicótica caracterológica que ocorre quando o eu da pessoa percebe que ela é um lixo total. Então ela passa a guiar todas as suas crenças, objetivos e moralidade no algoritmo que consiste em dizer que as pessoas não conseguem perceber o valor dela no mundo. Mas esse valor existe (na cabeça dela). O mundo não consegue perceber por quê? Porque é inferior. O que é necessário fazer?  Transformar o mundo à minha imagem e semelhança, pra que eles percebam o que é bom de verdade.

A partir daí, começa uma espécie de surto onde se anseia transformar o mundo pelo modo que seja. Não é à toa que muitos adolescentes, principal grupo que sofre dessa espécie de doença da arrogância, seja facilmente cooptado por ideologias que prometem mudar radicalmente o mundo baseado apenas em suas ideias. Hayek, um economista que fez muitas contribuições pra psicologia em seus livros, descreve em detalhes essa coisa, em sua obra "A arrogância fatal". São arrogantes fatais. Recomendo o livro. Pra atenuar a diferença do papel da mãe e do pai na vida da criança, veja esse post muito ilustrativo:












Gostou desse post? Então veja também:

Comente com o Facebook: