Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Designer desiste de tudo e começa a viver como cabra

Seguindo a onda de destruição mental das pessoas do ocidente, um designer, que recentemente lançou um livro sobre sua empreitada de fazer uma torradeira a partir de lixo e após o lançamento se viu sem emprego e sem namorada, percebeu que a vida é difícil, dura, e que bom mesmo é ser uma cabra.

Designer desiste de tudo e começa a viver como cabra



"A vida humana é muito difícil", disse ele ao NPR. "Aí você olha pra uma cabra e ela é, sabe, livre. Sem preocupações". E essa é a temática de seu novo livro "Homem-cabra: como tirei férias de Ser Humano".

Pra colocar seu plano em prática, primeiro ele testou vários protótipos de exoesqueletos artificiais que simulam a movimentação de uma cabra. Ele chegou até a ir em um respeitado instituto de veterinária pra analisar as similaridades e diferenças entre as funções físico-motoras do humano e do animal. A segunda etapa foi pensar em como digerir toda a grama que iria comer (e a única coisa que iria comer). A cabra, com bactérias no seu corpo, consegue digerir tudo isso sem problemas, mas o humano não. Então ele pensou em primeiro ingerir um líquido com essas bactérias, mas ficou com medo de uma infecção. Depois amarrou uma sacola no seu tronco pra colocar a grama que mastigava ali por um tempo, pra depois ferver a grama mastigada em uma panela (usando uma fogueira) e comer aquele prato estranhíssimo.


Só que ele não quis parar por aí: ele quis pensar como uma cabra. Ele então foi pra um especialista na psique da cabra, um etólogo especializado nelas. O especialista disse que só o fato dele saber uma língua e ter memória episódica, permitindo com que ele projeta e relembre situações ao mesmo tempo e automaticamente, tornava impossível a missão. Mas e se desse pra desligar essas partes do cérebro?

Foi aí que ele soube de uma técnica chamada Estímulo Magnético Transcraniano. Basicamente é colocar um ímã gigante na cabeça que te deixa retardado, e o designer viu que essa era uma ótima forma de desligar todas as suas sinapses e perder a habilidade de falar.

Ele diz ainda que soube da técnica de atração de machos pra fêmeas: deixar a barba fedida. Segundo o designer, deixando a própria barba um tanto fedida fez com que ele tivesse uma "conexão platônica" com uma cabra.

O ocidente está morrendo.

Comente com o Facebook: