Tecnologia do Blogger.

As queimaduras causadas pelo Sol são o DNA "cometendo suicídio" pra evitar um câncer. Entenda:

Ao contrário do que se pensa, não são as células da pele que ficam danificadas com a exposição ao Sol. Pra que entenda, uma pequena aula sobre o código genético.


Esse código está dentro de espirais que contém uma programação, uma série bem grande de "letras", representadas por açúcares, Essa série de letras contém as instruções pra que tudo no seu corpo seja gerado (incluindo mais de 100.000 proteínas). Quando você expõe muito sua pele ao Sol, o DNA que está na área pode ter sua estrutura parcialmente alterada ou destruída, removendo algumas letras ou até mesmo milhões delas.

Pra nossa sorte o DNA tem muito "espaço de manobra" pra erros, como se houvessem diversas páginas em branco nessa codificação gigantesca, e pra danos pequenos, ele consegue se reestruturar rapidamente. Porém, em alguns casos, o dano é tanto que não rola fazer isso, e quando não rola, pode rolar um câncer. Então o DNA comete suicídio. Vamos nos aprofundar pra entender isso direito:

A linguagem do DNA


As letras que mencionei, que formam a programação do DNA, são quatro: A, G, T, C. Cada uma delas é representada por um açúcar: Adenina, Guanina, Timina e Citosina. Cada linha desse código é composta de duas letras, sendo que o A só encaixa com o G, e o T só encaixa com o C. Então uma proteína que serve apenas pra descompactar o DNA aparece, e abre aquela espiral do código genético, separando as letras que se encaixam e deixando uma linha apenas:


Então vem o RNA mensageiro, copia essa sequência com as letras que encaixam por aí, e leva essa cópia pro RNA tradutor, que contém uma proteína que pega grupos de 3 em 3 letras, que ativam um aminoácido específico. No final, as sequências de aminoácidos (com algumas centenas deles, o que dá 3 vezes mais letras) formarão as mais de 100.000 proteínas que fazem você se transformar em você. Cada pessoa tem um código único.

Como a exposição ao Sol afeta isso


Então você ficou na praia das 10 da manhã até 17 da tarde, passou um protetor solar que na verdade era molho de alho, e agora está fedendo e todo queimado. Afinal, o que são essas queimaduras? Essa exposição pode quebrar alguma parte dessa grande sequência na área afetada. O DNA é muito bom em consertar pequenos erros, mas quando acontece uma dupla quebra, isolando certa parte da programação, o problema começa.



Se isso acontece, essa sequência isolada pode ser deletada, duplicada ou sendo incorporada a outro DNA, e todas essas coisas seriam muito ruins, podendo causar câncer e doenças genéticas. Essas sequências isoladas também podem ser um problema pro DNA dos seus futuros filhos. Outro efeito dessa exposição é a ocorrência de combinações de Timina, ou seja, quando duas timinas encaixam uma na outra, o que não é pra acontecer. Uma ou duas dessas ocorrências se dá um jeito, mas quando acontecem muitas, bem como as alterações no código, a célula está programada pra morrer. Passado certo limite de Timina dupla, ou de quebras na programação, ela morre, e você "descasca". Um suicídio programado pra que um câncer não aconteça. 

Legal, não? Mas não é por isso que você deve ficar 86 horas seguidas no Sol, inclusive à noite, confiando no suicídio coletivo de suas células. Em raros casos as células não conseguem se matar, e então o câncer acontece, por exemplo.