Tecnologia do Blogger.

A Bíblia prova que a Santíssima Virgem Maria é Santíssima e é Virgem



Se você já fica extremamente possesso com a mais leve ofensa à sua mãe (espero que fique, pois um filho deve honrar os pais), imagine então Nosso Senhor Jesus Cristo quando você tenta cuspir no nome da Santíssima, rebaixando-a a "apenas mais uma mulher"? As seitas protestantes, além de outras heresias, tenta fazer com que os pobres-coitados que caem em suas garras neguem que a Santíssima Virgem é Santíssima e é Virgem. Apoiados nas aberrações "Sola Scriptura" e "Sola Fide", das quais vamos falar depois, os membros das seitas protestantes não aceitam-a em seus corações, cavando os próprios buracos pro inferno. Pra que você, que acabou caindo nas garras dos hereges protestantes e está contaminado com o "Sola Scriptura", provarei apenas com a Bíblia que você deve prestar a hiperdulia à Santíssima Virgem Maria, se consagrar ao Imaculado Coração dela e rezar o Santo Rosário todo dia, como ela avisa como os "dois últimos remédios pro mundo" em suas aparições em Fátima, no ano de 1917. Caso você tenha boa fé, abandonará suas heresias e buscará entrar no Único Caminho: a Igreja Católica Apostólica Romana.

Começarei pelas evidências, mas colocarei a prova definitiva no final (no item 5, se quiser pular tudo) que fica ainda mais bonita quando junto de todas essas evidências bíblicas que colocarei antes. Vamos nessa?

Caso não queira ler, fiz um áudio também exatamente sobre esse assunto. No texto você encontrará mais detalhes, mas em essência, digo a mesma coisa:


1) Tipologia Bíblia


Pra explicar as evidências, devo explicar o que é Tipologia Bíblia, um dos itens essenciais da hermenêutica, ou seja, da interpretação bíblica. Um tipo é algo que, no Antigo Testamente, precede e prefigura algo do Novo Testamento. A prefiguração típica sempre é inferior à sua concretização anti-típica no Novo Testamento. Quer um exemplo? Adão é um Tipo de Nosso Senhor Jesus Cristo. O antítipo é sempre mais perfeito que o tipo. Em Romanos, São Paulo confirma a relação Típica em sua Carta aos Romanos: "“No entanto, a morte reinou desde Adão até Moisés, até sobre aqueles que não tinham pecado à semelhança da transgressão de Adão, o qual é a figura daquele que havia de vir" (Rom 5:14) e “Porque, como pela desobediência de um só homem, muitos foram feitos pecadores, assim pela obediência de um muitos serão feitos justos.” (Rom 5:19). 

Vejamos, com o exemplo de Adão e Nosso Senhor Jesus Cristo, como as relações Típicas funcionam.

Tipo (Adão): Primeiro homem que imergiu o mundo no pecado;
Antítipo (Nosso Senhor Jesus Cristo): Primeiro Homem, que redimiu os seres humanos do pecado.

Tipo (Adão): pecou pela sua desobediência
Antítipo (Nosso Senhor Jesus Cristo): Redimiu o mundo pela sua obediência e sacrifício

Tipo (Adão): Foi feito em alma vivente
Antítipo (Nosso Senhor Jesus Cristo): Foi feito em espírito vivificante (1Cor 15:45)

Existem muitos outros tipos bíblicos, como a prefiguração da salvação pelo batismo na travessia do Mar Vermelho (1Cor 10:1-2); ou a prefiguração da salvação pela Igreja na Arca de Noé (1 Pedro 3:19-21); ou a prefiguração do Sacrifício de Nosso Senhor no Cordeiro Pascal do Êxodo 12 (1 Cor 5:7); ou a prefiguração de todo o Novo Testamento no Antigo (Hebreus 8:8-9); ou a prefiguração da ressurreição de Nosso Senhor após 3 dias nos dias em que Jonas passou na barriga da baleia (Mt 12:40).

Onde quero chegar com isso? Quero primeiro te mostrar os Tipos Bíblicos da Santíssima Virgem Maria.

2) Eva


O primeiro Tipo Bíblico da Santíssima é a Eva. Vejamos as correlações:

Tipo (Eva): Mulher intimamente envolvida com os eventos que levaram ao pecado original
Antítipo (Santíssima Virgem Maria): Mulher intimamente envolvida com os eventos que levaram à redenção da humanidade 

Tipo (Eva): Se comunicou com, creu em e obedeceu um anjo caído (Lúcifer)
Antítipo (Santíssima Virgem Maria): Se comunicou com, creu em e obedeceu um Anjo bom.

Do mesmo paralelo fala Santo Irineu, no seu livro "Contra as Heresias":

Santo Irineu, Contra as Heresias, livro III, cap. 22. – “Em concordância com este desígnio, Maria a Virgem é encontrada obediente, dizendo, Eis a serva do Senhor; faça-se em mim a tua palavra (Lucas 1:38). Mas Eva foi desobediente; pois ela não obedeceu quando era ainda uma virgem… E de igual modo foi também o laço da desobediência de Eva solto pela obediência de Maria. Pois aquilo que a virgem Eva acorrentou por descrença, a virgem Maria libertou por fé".

Tipo (Eva): Mãe de todos os viventes (Gen 3:20)
Antítipo (Santíssima Virgem Maria): Mãe da própria vida, já que Jesus é vida (Jo 1:4; Mt 1:16; Jo 14:16);

Tipo (Eva): Foi criada sem pecado (Gen 2)
Antítipo (Santíssima Virgem Maria): Foi criada sem pecado.

Agora o protestante ficou brabo! Onde está a evidência bíblica disso???

Bem, embora faça todo o sentido que a Santíssima siga essa relação Típica na questão da criação sem pecado, ainda não provei o meu ponto, não é mesmo? Calma. Respira. Vamos continuar. Antes, precisamos ver que a Santíssima tem outro Tipo Bíblico, esse menos óbvio que o primeiro.

3) A Arca da Aliança.


A Arca da Antiga Aliança, depois de Deus, era a coisa mais sagrada da Terra. Ela continha as pedras dos Dez Mandamentos (Deut 10:5), e também a presença espiritual de Deus na Terra (Num 7:89; Êxodo 25:21-22). Vamos às primeiras relações Típicas entre a Arca e a Santíssima Virgem Maria

Tipo (Arca): Continha a palavra escrita de Deus (Deut 10:5);
Antítipo (Santíssima Virgem Maria): Continha a Palavra de Deus encarnada, Jesus (João 1:1);

Tipo (Arca): Foi COBERTA pela presença e poder de Deus (Ex 40:34-35);
Antítipo (Santíssima Virgem Maria): Foi COBERTA pela presença e poder do Altíssimo (Lc 1:35).

Quando Deus aparecia pra Moisés, uma nuvem se colocava na Tenda do Encontro. Essa era a "presença da Glória de Deus" (descrita pela palavra "shenikah"). Tal presença, em Êxodo 40:34-35, "cobre" a Arca da Aliança. A palavra usada pra esse "cobrir" é "episkiasei". Essa palavra aparece APENAS PRA SE REFERIR À ARCA OU A UMA PESSOA: A SANTÍSSIMA VIRGEM MARIA.

  • Em Lucas 1:35, lemos: “E, respondendo o anjo, disse-lhe: Descerá sobre ti o Espírito Santo, e a virtude do Altíssimo te cobrirá com a sua sombra; por isso também o Santo, que de ti há de nascer, será chamado Filho de Deus". Esse "cobrirá" é o "episkiasei", estabelecendo assim mais essa relação Típica.


E não para por aí:

Tipo (Arca): "E temeu David ao Senhor naquele dia; e disse: Como virá a mim a arca do Senhor?” (2 Samuel 6:9)
Antítipo (Santíssima Virgem Maria): "Mas por que sou tão agraciada, a ponto de me visitar a mãe do meu Senhor?" (Lc 1:43)

A Santa Isabel e o Rei Davi agem da mesma forma perante a Santíssima e a Arca, respectivamente. Uma se espanta com a visita da Santíssima, se perguntando o que ela fez pra merecer isso, e o outro se espanta, se perguntando basicamente a mesma coisa. A única diferença é que a Santa Isabel fala "mãe", e Davi fala "arca".

Tipo (Arca): David salta de felicidade sobre a Arca (2 Samuel 6:16)
Antítipo (Santíssima Virgem Maria): O bebê salta de felicidade na presença da Santíssima (Lc 1:41-44)

Tipo (Arca): Permanece por três meses com Obede-Edom e sua presença abençoa a casa (2 Samuel 6:11)
Antítipo (Santíssima Virgem Maria): Permanece por três meses na casa da Santa Isabel e sua presença abençoa a casa (Lc 1:56-57).

Tipo (Arca): A Arca é levada pra Judá, para sua permanência nessa casa. David "se levanta" pra levá-la (2 Samuel 6:2);
Antítipo (Santíssima Virgem Maria): se dirige à Judá, para sua permanência de três meses na casa da Santa prima, e para isso "se levanta" (Lc 1:39-40);

Tipo (Arca): A Arca continha o maná do deserto (Hebreus 9:4)
Antítipo (Santíssima Virgem Maria): Continha o Maná dos Céus, Nosso Senhor Jesus Cristo (João 6:48-51);

Tipo (Arca): Continha a vara de Arão, que revelou o verdadeiro sumo-sacerdote (Num 17)
Antítipo (Santíssima Virgem Maria): Continha o Verdadeiro Sumo-Sacerdote, Nosso Senhor Jesus Cristo (Hebreus 3:1);

Não há dúvidas de que a Arca da Antiga Aliança é uma prefiguração da Arca da Nova Aliança, a Santíssima Virgem Maria. Isso quer dizer que, assim como a Arca da Antiga Aliança era a coisa mais sagrada da Terra depois de Deus, a Arca da Nova Aliança, a Santíssima Virgem Maria, é o ser mais sagrado da Terra depois de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Então, antes de tudo, respeite-a. A Arca da Antiga Aliança era tão sagrada que as pessoas deveriam manter uma respeitosa distância dela (Josué 3:3-5). As pessoas que tocavam ilicitamente na Arca eram mortas (2 Samuel 6:6-7). Os homens de Betsames foram mortos porque atreveram-se a olhar pra dentro da Arca (1 Samuel 6:19), então, na Nova Aliança, o que sofrerão aqueles que não tratarem dignamente a Arca da Nova Aliança? É simples: sofrerão o sofrimento eterno, a condenação ao inferno.

Veja que ainda não dei a prova definitiva da Santíssima Santidade da Santíssima Virgem Maria (não me atrevo a escrever seu nome de outra forma, perdoe a aparente redundância, caro leitor). Continuemos com mais evidências.

Se a Santíssima Virgem Maria é a Arca da Nova Aliança, então ela precisa ter sido criada sem pecado. Para a construção da antiga Arca, Deus deu instruções extremamente específicas. Pediu que fosse de madeira de acácia, coberta de ouro puro, e com uma coroa de ouro ao redor (Êxodo 25:10-13). A Arca da Antiga Aliança precisava ser perfeita e santa porque era coberta (episkiasei) com a presença da Glória de Deus (Shenikah), e a Santidade de Deus não pode ser maculada de coisas impuras. Então, se a Santíssima é também coberta (episkiasei) pela presença da Glória de Deus, e a Santidade de Deus não pode ser maculada de coisas impuras, ela PRECISA TER SIDO CRIADA SEM MANCHA PECAMINOSA ALGUMA. Ela, em sua gravidez, não era apenas a portadora da palavra escrita de Deus, como a Arca da Antiga Aliança, mas era portadora da Palavra encarnada de Deus, Nosso Senhor Jesus Cristo. Consequentemente, ela precisa ser perfeita e livre de pecado, ou mancharia a Santidade de Nosso Senhor. Isso nos leva a outra coisa: a capacidade de intercessão da Santíssima Virgem.

A Arca da Antiga Aliança tinha um grande poder. Quando foi tomada pelos filisteus, veja o que aconteceu com eles e com o falso-deus Dagom:

1 Samuel 5:1-5 – “Os filisteus, pois, tomaram a arca de Deus e a trouxeram de Ebenézer a Asdode. Tomaram os filisteus a arca de Deus, e a colocaram na casa de Dagom, e a puseram junto a Dagom. Levantando-se, porém, de madrugada no dia seguinte, os de Asdode, eis que Dagom estava caído com o rosto em terra, diante da arca do Senhor; e tomaram a Dagom, e tornaram a pô-lo no seu lugar. E, levantando-se de madrugada, no dia seguinte, pela manhã, eis que Dagom jazia caído com o rosto em terra diante da arca do Senhor; e a cabeça de Dagom e ambas as palmas das suas mãos estavam cortadas sobre o limiar; somente o tronco ficou a Dagom. Por isso nem os sacerdotes de Dagom, nem nenhum de todos os que entram na casa de Dagom pisam o limiar de Dagom em Asdode, até ao dia de hoje”.

Apenas por terem tomado a Arca, os filisteus começaram a ser destruídos, o que levou-os a devolvê-la (1 Samuel 5:7). A Arca causava um terror mortal aos inimigos de Deus (1 Samuel 5:10). As águas do Jordão foram secas pela Arca (Josué 3:13-14). Como o cumprimento (antítipo) é mais perfeito que o Tipo, a Santíssima Virgem Maria não tem só esses poderes. Os poderes dela precisam ser maiores: sim, ela tem o poder de esmagar a serpente com seu calcanhar.

4) A Mulher


Génesis 3:14-15 – “Então o Senhor Deus disse à serpente: Porquanto fizeste isto, maldita serás mais que toda a fera, e mais que todos os animais do campo; sobre o teu ventre andarás, e pó comerás todos os dias da tua vida. E porei inimizade entre ti e a mulhere entre a tua semente e a sua semente; esta te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar.”

Logo após a queda do humano com o Pecado Original, Deus faz essa profecia. Em tal profecia, Ele avisa que colocará inimizade (desavença, hostilidade, oposição) entre a Serpente, o Demônio, que é Satanás, e "a mulher". Ele também avisa que que sobre a vitória garantida vinda da semente da mulher e da mulher. Quem é essa "mulher"? A primeira mulher, Eva, não pode ser, pois não houve inimizade entre ela e a serpente, já que Eva OBEDECEU a serpente. Será que Deus permitiria, então, que identificássemos quem é essa mulher?

João 2:3-5 – “E, faltando vinho, a mãe de Jesus lhe disse: Não têm vinho. Disse-lhe Jesus: Mulher, que tenho eu contigo? Ainda não é chegada a minha hora. Sua mãe disse aos serventes: Fazei tudo quanto ele vos disser.”

João 19:26-27 – “Ora Jesus, vendo ali sua mãe, e que o discípulo a quem ele amava estava presente, disse a sua mãe: Mulher, eis aí o teu filho. Depois disse ao discípulo: Eis aí tua mãe. E desde aquela hora o discípulo a recebeu em sua casa.”

Sempre que Nosso Senhor Jesus Cristo fala com sua mãe, Ele se refere a ela como "mulher". Duas curiosidades: Logo após o vinho acabar nesse primeiro versículo que cito, Nosso Senhor, após negar o milagre pois "não é chegada a minha hora (de revelar os poderes)", se compadece e faz o seu primeiro milagre, mudando de ideia e provando o poder de intercessão da Santíssima Virgem Maria. Nesse segundo versículo, Nosso Senhor Jesus Cristo diz que a Santíssima Virgem Maria é mãe de todos os viventes, já que mãe desse discípulo ela não era. Os protestantes costumam fazer a péssima interpretação de que a Santíssima teve outros filhos com base nesse versículo, como se, na hora de seu Martírio fosse relevante dizer, para filho e mãe, que o filho saiu da mãe, como se os dois não soubessem. Essa interpretação é ridícula. Continuemos.

A mulher que aparece na profecia de Deus no Gênesis, que terá inimizade com a serpente, só pode ser a Santíssima Virgem Maria, e a semente só pode ser Nosso Senhor Jesus Cristo e todos aqueles que se tornam seu Corpo pelo batismo da Santa Igreja Católica.

Acha que acabou? Agora virá a prova definitiva, que nem precisa dessas várias evidências que te mostrei (mas que faço questão de mostrar porque, além de serem Verdade, são importantes e muito bonitas).

5) Kecaritomene


Em Lucas 1:28 lemos a saudação angelical, o momento em que o Anjo Gabriel aparece pra Santíssima Virgem Maria e diz: "Ave Maria, cheia de Graça, o Senhor é convosco". Mas isso é uma tradução, e nessa tradução algo se perdeu, por isso é tão importante saber ler as vulgatas. O evangelho de São Lucas em latim ainda não dá a saudação angelical corretamente, colocando "cheia de graça" como "gratia plena". O evangelho de São Lucas foi escrito em grego, e nele lemos o seguinte:

Lucas 1:28: “kai eiselqwn o aggeloV proV authn eipen caire KECARITWMENH o kurioV meta sou euloghmenh su em gunaixin”.

A parte do "Cheia de graça" é uma tradução de "Kecaritwmenh" (lê-se Kecaritoméne). Vamos analisar essa palavra. Ela é composta do prefixo "Ke", depois temos um verbo derivado de "Charitoo", Caritw, no particípio, e logo em seguida o sufixo "Menh". No grego existem duas palavras pra demonstrar um estado de Graça. A primeira é "Charitoo", a segunda é "Charis". A diferença entre as duas é importante.


"Charis" quer dizer uma graça imerecida, dada naquele momento, e "Charitoo" é um estado de santidade pleno diante de Deus. Por que isso é importante? Em Atos 6:8, São Estevão está "cheio de graça e fortaleza". Só que ele está cheio de "Charis", não cheio de "Charitoo". Já o "cheia de Graça" da saudação angelical à Santíssima Virgem Maria é "Charitoo". Agora vamos à palavra "Kecaitwmenh". O prefixo "Ke" significa uma ação realizada no passado, desde o início. O sufixo "Menh" significa que essa ação não terá fim. Logo, Ke+Caritw+Menh, a palavra usada pelo Anjo Gabriel, um mensageiro de Deus, significa literalmente: "PLENAMENTE CHEIA DE GRAÇA EM TODOS OS MOMENTOS DE SUA VIDA". Uma bela palavra, não? Apenas essa palavra, escolhida a dedo por Deus, prova que a Santíssima Virgem Maria é PLENAMENTE CHEIA DE GRAÇA EM TODOS OS MOMENTOS DE SUA VIDA, e que portanto, foi concebida sem pecado e não morreu, mas foi pro céu antes de sua morte, já que a putrefação do seu corpo de criatura seria uma mácula.

O que isso tudo quer dizer? Você precisa aceitar a Santíssima Virgem Maria em seu coração e se converter à Verdadeira e Santa Igreja Católica, ou terá um triste fim. Espero ter te ensinado algo, e que Deus te abençoe. 

Saber disso é extremamente importante, e ainda mais nesse fim dos tempos, pois Nossa Senhora de Fátima revelou que os últimos dois remédios para o mundo são o Santo Rosário e a Devoção ao seu Imaculado Coração. As seitas protestantes estão te levando pro inferno! Para uma devida devoção ao Imaculado Coração de Maria, leia o livro de São Luís Grignion Maria de Montfort: "Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem".

(Peraí, fim dos tempos? Esse assunto será muito em breve explicado nesse site, mas já aviso! Reze o Santo Rosário da maneira correta TODO DIA e veja esse vídeo:)


Meus agradecimentos ao Monastério da Mais Sagrada Família, e ao Kyrios, que tornaram esse documento possível.