Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Os 5 feitos mais difíceis (e estúpidos) de gamers maníacos que precisam de ajuda

Embora a diversão dos videogames possa ser aliviante em certos dias de chuva com um bolo de fubá no forno, algumas pessoas estão tão frustradas com suas vidas que decidem aplicar todos os seus esforços em ficções, porque nelas, pelo menos, conseguem ter alguma sensação (falsa) de mérito. Isso leva a abismos deprimentes, como gente que fica realmente braba e xingando pelo microfone os outros jogadores, gente que mais joga do que não joga, e só sai do videogame pra conseguir uma grana e assim poder não morrer de fome, e gente que acredita ser mais aquilo que são nos jogos do que o que são na vida mesma delas.

Mas em alguns casos especiais os "gamers" vão pra um nível diferente do abismo, e conseguem fazer coisas tão difíceis que impressionam, mas tão estúpidas, que deprimem, devido à insignificância de tal feito. Veremos aqui 5 casos desses:

1) O gamer que zerou Pokémon usando apenas o Ditto


Talvez para vencer o trauma de ter sido sempre escolhido por último nas aulas de educação física, esse gamer resolveu terminar o jogo do Pokémon inteiro com o último dos Pokémons a ser escolhido: o Ditto, cuja habilidade é copiar as habilidades dos outros Pokémons, mas com muito menos stamina (fôlego). O Youtuber Pikaspray usou um programa pra obter o animal fictício no início do jogo Pokémon Red/Blue, e resolveu não usar item algum na empreitada (os itens são usados, por exemplo, pra curar a vida do seu bicho, ou coisas que ajudam no jogo).


Em certo momento, o Ditto aprendeu um golpe que tira muita vida e gasta pouco fôlego do Pokémon, o Struggle, o que deixou o jogo mais fácil, mas por conta de um erro, o bicho esqueceu permanentemente como fazer tal coisa.

Numa combinação de sorte, esforço, e nada pra fazer, ele conseguiu chegar ao fim do jogo.

Outro gamer fez algo pior: resolveu terminar o jogo só com o Ratata, um rato feio, e estabeleceu que em toda vez que morresse, recomeçaria o jogo desde o início. O Streamer do Twitch "Pokémon Challanges" demorou 1 mês e 15 dias pra conseguir o seu feito inútil. Veja um vídeo com a compilação dos momentos em que o rato morreu. O silêncio do pobre-coitado é cômico.


2) O gamer que zerou Dark Souls apenas com comandos de voz




Se você já jogou Dark Souls, sabe o quanto é difícil fazer qualquer coisa nele. Não é daqueles jogos que uma horda de adversários serve de enfeite, e apenas um ou outro oferecem um verdadeiro desafio. No Dark Souls, qualquer inimigo é difícil de ser vencido. Um gamer que se auto-denomina Bearzly , um maníaco que também já terminou Dark Souls com uma guitarra de Guitar Hero, resolveu incrementar consideravelmente o desafio do jogo usando um programa que traduz comandos de voz nos inputs do controle. 

O maior problema disso é que a tradução demora em médio 1.5 segundos, o que é uma eternidade quando monstros gigantes estão tentando te esmagar com armas maiores ainda. No vídeo abaixo, ele tentando pela 112ª vez passar de certo chefão:


Foram mais de 500 tentativas. Ele perdeu a voz e quase perdeu a sanidade. Porém, terminou o jogo em 30 horas, o que é um bom tempo.


3) O gamer que nadou de um lado até o outro do mapa de Assassin's Creed IV: Black Flag




Se enquanto as lutas corporais do jogo Assassin's Creed não são lá essas coisas, o Black Flag trouxe as batalhas navais, que na minha opinião ficaram muito boas. Por ser um jogo sobre piratas, é claro que o mapa tem muita água. Atravessar de um lado até o outro do mapa, mesmo com um barco rápido, é demorado. Imagine então nadando?

O canal do Youtube "How Big is the Map", cujos vídeos mostram os mapas inteiros de jogos de mundo aberto, resolveu mostrar o quão grande é o mapa do Black Flag do pior jeito possível: nadando. Esse gamer levou 4 horas e 51 minutos pra tal feito inútil, e agora ele viverá com a dor de nunca poder recuperar esse tempo.


4) O gamer que terminou Diablo II sem atacar nenhum inimigo



O Diablo é o pai dos Dungeons Crawlers, e se não foi o primeiro do gênero, foi quem fê-lo famoso. E quem o jogou sabe que consiste em descer num buraco gigante onde um bando de demônios, esqueletos, bruxas e coisas assim te atacam incessantemente. Ou seja, o único jeito de abrir caminho é na violência. 

Mas esse gamer, em um estranho pacifista, resolveu que iria zerar o jogo sem atacar ninguém. Mas como? Usando uma armadura com espinhos que causa dano a quem encostar nela e, pra um monstro em específico, o Tour de Seis, que usa ataques à distância, um poder que faz os ataques refletirem no monstro. 

O gamer DrCliche levou 8 horas pra tal feito.

5) O gamer que prendeu os NPC's de Rollercoaster Tycoon em um labirinto que leva séculos pra ser vencido


Em Rollercoaster Tycoon você tenta construir um parque de diversões, cuidar de suas finanças e torná-lo agradável ao público. Um jogo bom pra adultos e pra crianças. Mas é claro que algum gamer resolveu fazer algo bizarro, exageradamente demorado e inútil no jogo.

Pra quem não sabe o que é NPC, significa "non-player characters", ou seja, personagens do jogo que são controlados pela programação do mesmo, e não por uma pessoa. 


O gamer RogueLeader23 começou seu experimento com apenas um convidado, chamado Berveley P., mas como ele levou quase dois dias pra conseguir sair da entrada do labirinto chamado "Just a walk in the park (só um passeio no parque)", ele decidiu adicionar mais NPC's no drama.

No jogo você pode acelerar o tempo, e foi o que o gamer fez pra saber qual seria a duração dessa peregrinação horrenda, sem comida, sem banheiros, sem água e sem sentido (ainda bem que no jogo os personagens não podem morrer). Em 50 anos do jogo o primeiro personagem conseguiu chegar no Checkpoint 2. O problema é que o gamer dividiu o labirinto em 5 checkpoints.

RogueLeader23, um homem da ciência, manteve a esperança e esperou. 263 anos depois, o primeiro personagem sai do labirinto: Regina F. Porém, não sem sequelas: mesmo após a saída, ficava repetindo "eu quero sair desse parque" e "eu acho que tem alguém me seguindo". Talvez Regina precise de ajuda. Ou quem sabe os 5 gamers que aparecem nessa matéria.

Peguei as informações no Cracked