Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Conheça a bizarra Feira de Rua das Bruxas em La Paz, na Bolívia:


Pode ir tirando o seu MALLEVS MALLEFICARVM empoeirado da estante. A atividade de bruxas foi bem exposta na Idade Média, mas hoje em dia, muitos acreditam que isso não passa de interpretações ruins pra causas complemente explicáveis pela ciência. As bruxas estão tão sossegadas que em alguns lugares elas até têm uma rua inteira dedicada a compra e venda de artigos para bruxaria. Conheçamos um desses lugares, que fica em La Paz, na Bolívia.


Na rua você encontrará mulheres vestidas com roupas aparentemente antigas, e verá que lá uma bruxa encontra tudo o que precisa pra um ritual (quem sabe até o infame purê de bebê não-batizado). Amuletos, talismãs, ervas, ídolos de cerâmica, poções afrodisíacas, fetos de lhama ressecados, pena de coruja, cobras, e sei lá mais o quê.


Embora a maioria da população se diga Católica, a bruxaria ascende rapidamente no país, com milhares de bolivianos caindo em videntes que fazem adivinhações, falam com mortos e fazem "trabalhos" que envolvem animais mortos e cemitérios. Os bruxos bolivianos mais conhecidos são os Yatiri. Para reconhecer um, basta ver seu chapéu preto e seus vários amuletos no pescoço. Dependendo do dinheiro que você der pra eles, pode conseguir rituais pra aumentar sua fertilidade ou pra destruir os seus inimigos.



Os fetos de lhama ressecados são um dos itens mais vendidos, já que esses bruxos espalharam que queimando um deles em sua casa e dedicando-o ao demônio Pachamama, você terá prosperidade e etc. É comum também empresários matarem lhamas e oferecerem o sangue ao "El Tio", mais conhecido como Diabo. O sangue é passado em todo o maquinário da nova empresa.












O lugar no início atraía apenas bruxas e simpatizantes, mas agora atrai muitos turistas que levam os itens como que na brincadeira.