Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Conheça o mistério da ponte macabra onde mais de 600 cachorros já cometeram suicídio


Na cidade de Dumbarton, Escócia, fica uma ponte de aura macabra onde estranhos acontecimentos envolvendo cachorros foram relatados inúmeras vezes: o suicídio. De acordo com o New York Times, pesquisadores calculam que mais de 300 cachorros já pularam da ponte encontrando o fim das próprias vidas, enquanto os jornais locais constam com mais de 600 relatos de tais suicídios.


A ponte ficou pronta em 1895, e se tornou um ponto comum na rota de caminhadas por conta da bela paisagem ornada com rica flora. E como não raro somos acompanhados em nossas caminhadas pelos cachorros que nos acompanham em casa, desde 1960 as pessoas têm relatado que, assim que chegam na ponte, os cachorros mudam de semblante e adotam um estranho comportamento.

Muitos donos disseram que seus cachorros ficaram possuídos e em um grande ímpeto pularam da ponte sem nem pestanejar. Algumas testemunhas já viram cachorros escalando a mureta da ponte pra pular, enquanto outras relatam que, quando o cachorro sobrevive a longa queda, voltam feridos pra cima da ponte e pulam de novo até morrerem.

Um dos tristes donos de cachorro que passaram por isso foi Lottie MacKinnon, que passeava com seu Border Collie. "Algo tomou Bonnie assim que chegamos na ponte. Primeiro ela congelou. Depois foi possuída de uma estranha energia, saiu correndo e pulou da ponte". Pra sorte de Lottie, ela sobreviveu e ele conseguiu impedir um segundo pulo.

Os casos começaram a assustar os moradores de Dumbarton, a ponto do governo enviar agentes pra uma investigação. Eles, confusos, não conseguiram chegar a uma conclusão. Alastair Dutton, um taxista da cidade, diz que a maioria dos residentes acreditam que tais coisas são atividades demoníacas. "Aqui acreditamos em espíritos, porque os sentimos", diz ele.

Os residentes afirmam que enxergam "fantasmas" nas janelas de antigas propriedades perto da ponte, e acreditam que esses espíritos que compelem os cães a pularem da ponte. Cientistas e biólogos tentam dar explicações mais "racionais", porém, não conseguem explicar porque os cachorros agem assim nessa ponte e não em outras, sendo que tal ponte não tem nada de incomum quando comparada com outras.

Seja qual for a explicação, o parlamento da cidade discute colocar placas avisando do estranho comportamento dos cachorros adotado nessa ponte, pra evitar que mais suicídios caninos aconteçam.