Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Estudo diz que ter memória de curto prazo terrível é sinal de altíssima inteligência


Um estudo...de onde mesmo? Ah, sim. Um estudo feito por cientistas da Universidade de Toronto diz que ter memória de curto fraco horrível, como por exemplo ir na cozinha e se esquecer do que foi fazer na cozinha, é sinal de altíssima inteligência.

Dizem os cientistas que a principal função da memória não é reter todas as coisas particulares, mas ir filtrando só o que pode otimizar a inteligência e servir de padrão para decisões inteligentes. Os responsáveis pela pesquisa, Paul Frankland e Blake Richards, chegaram então à conclusão de que quanto menos coisas de curto prazo que não causarão impacto na sua vida você retém na memória, mais ela é usada para as coisas de maior impacto e longo prazo, que são operadas pela razão.





"É importante que nos esqueçamos do que não é importante para focarmos nas coisas que farão diferença no mundo real", diz Paul. Os pesquisadores testaram suas conclusões analisando anos de informações sobre retenção e perda de memória, tanto em homens como em animais.

Analisando essas informações, perceberam que o cérebro descarta informações menos importantes quando se depara com informações mais importantes, e lógico, qual é o sentido da vida, algo que Aristóteles se perguntaria, é mais importante do que aquilo que ia pegar na geladeira.

Fonte: CNN