Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Pesquisadores descobrem que os ossos dos camaleões brilham no escuro através da pele


Camaleões podem mudar de cor, podem usar a língua como garras, conseguem fazer coisas absurdas com os olhos, e agora mais essa: os ossos deles brilham no escuro. É o que nos mostra o estudo publicado na revista científica Scientific Reports. É a primeira vez em que constatamos fluorescência em ossos de vertebrados.



As proteínas, os pigmentos e outras coisas usadas na constituição dos ossos faz com que eles brilhem diante raios UV - por exemplo: pense no seu sorriso sob a luz negra. Ele brilha, não? Também sabemos que cerca de 75% das criaturas do oceano profundo emitem luz. Porém, a bioluminescência é raríssima em vertebrados.

Só em março, por exemplo, foi descoberto na Amazônia o primeiro sapo bioluminescente. E agora, um grupo de pesquisadores alemães constataram que também os ossos dos camaleões são bioluminescentes. Porém, essa bioluminescência só é visível aos nossos olhos quando projetamos luz negra no camaleão.

Os pesquisadores fizeram uma varredura em 160 camaleões de 31 espécies comuns em Madagascar. A varredura de Micro-CT revelou a luz azul que emanava de seus ossos. É com essa bioluminescência dos ossos, auxiliada com 4 camadas de peles que contém diferentes pigmentações, que o camaleão muda de cor. Quando os cientistas projetaram a luz negra nos camaleões, então puderam ver a olhos nus a maravilha. O fotógrafo David Prötzel fez os registros visuais. Veja:




Fonte: National Geographic