Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Pai causa polêmica ao tirar o filho da escola pra que ele foque em sua carreira de ProGamer


Os campeonatos de eSports passaram a dar prêmios absurdos ultimamente. Notando isso, alguns pais estão treinando seus filhos desde pequenininhos pra que eles se tornem os melhores jogadores do mundo (e milionários, é claro).

E pra muitos, alguns estão indo longe demais. Dave Herzog, de 49 anos, causou polêmica no Canadá ao tirar seu filho da escola pra que ele foque totalmente em seus treinos como gamer profissional. Ele treina o seu filho Jordan, de 16 anos, há mais de uma década. Diz ele que colocou um controle na mão do filho quando ele tinha 3 anos, e logo viu que o menino tinha talento para a coisa.




Com 7 anos ele já era um jogador muito bom de Halo, e com 10 anos ganhou seu primeiro campeonato nesse mesmo jogo, faturando 2.000 dólares. Foi aí que Dave notou que seu filho poderia realmente seguir carreira nisso.

"Quando ele começou a vencer tudo, foi fácil pra mim apostar tudo nisso". Aos 16 anos, ele parou de ir pra escola e começou a treinar para os maiores campeonatos de eSports. Será que seu pai cometeu um erro? Jordan "Crimz" Herzog hoje é um dos melhores jogadores de Fortnite do mundo e se classificou para as finais do campeonato de Fortnite que deu um total absurdo de 30 milhões de dólares para os vencedores (aproximadamente 117 milhões de dólares).

Jordan passa de 8 a 10 horas por dia jogando Fortnite e até come em frente ao computador pra assistir vídeos sobre técnicas e estratégias sem perder tempo. A mãe do menino ainda é contra isso, mas foi 2 contra 1. Embora a decisão tenha causado polêmica após ter parado nos jornais, o pai disse que é tudo questão de perspectiva. Disse ele que se seu filho fosse contratado por um grande time de futebol, ninguém veria como um problema ele largar a escola, mas como é videogame, então se torna um problema.

Ah, quer saber o quanto ele ganhou no campeonato? "Crimz", ou Jordan Herzog, terminou em 17º e faturou 100.000 dólares, aproximadamente 391.000 reais.

Fonte: Boston Globe