Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Engenheiro cego inventa "smart bengala" que guia cegos para onde eles querem ir


Subitamente as pessoas perceberam que podem embutir softwares em muitas coisas, o que é muito bom. Tais coisas com softawares embutidos receberam o prefixo "smart" para designar a mudança. "Smart TV's", com softwares que permitem que aplicativos sejam instalados, "Smart carros", que dirigem sozinhos, "Smart torradeiras", que calculam o ângulo correto pra atirar a torrada direto na sua boca. Este último não existe, mas é uma ideia.

Um engenheiro chamado Kursat Ceylan é um deficiente visual que, notando essa onda de "smart-coisas", teve uma brilhante ideia. Ele é CEO da WeWalk, a empresa que inventou uma bengala para cegos com um software embutido que auxilia os deficientes e permite com que eles andem pelas ruas com maior segurança.

A bengala avisa o cego, por exemplo, se ele está próximo de sair da calçada, aponta para a saída do metrô e também avisa qual ônibus está se aproximando nos terminais rodoviários. A bengala tem caixas de som, um assistente virtual e sensores que emitem vibrações para avisar de um possível obstáculo à frente em um sistema parecido com o Waze, mas que ao invés de acidentes na rua, avisa sobre buracos na calçada. Ele também detecta os obstáculos com um sensor ultra-sonoro.


A smart-bengala custa 499 dólares (2077 reais) e pode ser comprada aqui