Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Youtuber pede que universitários assinem petição para proteger ovos de águia, e depois uma para proteger fetos


Will Witt, Youtuber estado-unidense do canal PragerU, conduziu uma experiência no Echo Park, em Los Angeles, ponto de encontro comum entre universitários da cidade. Nela, Will pede pra que pessoas aleatórias assinem uma petição pela proteção dos ovos de águia.




Todos assinam imediatamente, felizes da vida. Afinal, quem é o ser maligno que quer fazer mal às pobres águias ainda dentro de seus ovos? Uma das mulheres, ao assinar a petição, diz "águias são gente também". "Espero que você salve as águias", disse outra.


Logo em seguida das conversas amenas envolvendo águias, Will vai para a próxima etapa da experiência. Ele vira a folha e pede pra que assinem uma petição pela proteção de fetos humanos. Então tudo muda de figura.

A mesma mulher que disse que "águias são pessoas também", diz que é "pró-aborto", e que portanto não assinaria.

Uma outra, a que disse que espera a salvação das águias, também se recusa a assinar, porque é pró-aborto.

Uma mulher justifica a aparente contradição, dizendo que "uma mulher deve ter mais direitos do que uma águia". Outra diz que "uma mulher tem o direito de tomar decisões sobre o próprio corpo", e adiciona: "bebês são nojentos".

O vídeo, intitulado "Um ovo de águia é mais valioso do que um humano?" causou polêmica e conta com mais de 500.000 visualizações.