Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Cadela está aprendendo a usar sistema de comandos de voz e já consegue formar frases


Muitos cachorros conseguem expressar, de um modo ou de outro, suas vontades. Quando estão com fome, por exemplo, costumam fazer certa coisa peculiar, afinal, a memória dos cães associa uma coisa a outra. E alguns outros conseguem obedecer a comandos de voz. Alguns aprendem a sentar, outros a ficar de pé, e muitas outras coisas.




Uma especialista em linguística e fala, percebendo isso, resolveu fazer um teste, ou melhor, um estudo, usando o seu cachorro de "cobaia". Christina Hunger, de 26 anos, desenvolveu um sistema de botões que, quando apertados, acionam uma palavra gravada, associada aos botões. Ela começou então a treinar Stella, sua cadela de um ano e meio, a usar os botões.

Com os treinos, Stella já consegue formar frases primitivas, como "cansada brincar dormir", no momento em que está esbaforida após buscar a bolinha diversas vezes e quer tirar uma soneca.


Mais exemplos: um dia, Stella começou a chorar na porta da casa, e andar pra lá e pra cá, impaciente. Christina logo pensou que ela queria ir no quintal, fazer suas necessidades. Então Stella foi até o sistema de botões e apertou três deles: "quero" "Jake" e "vem". Ficou na porta até que o noivo de Christina, Jake, chegasse em casa, e então ela correu e apertou o botão "feliz".

"Constantemente entrou em choque e fico maravilhada. Todo dia ela 'diz' algo mais impressionante do que o que foi dito no dia anterior", disse ela à revista People.


Ver essa foto no Instagram

Last night, right before this video was taken, I accidentally said “ball” on Stella’s device while I was actually reaching for a different word. But, Stella took this very seriously! She picked up her ball, dropped it on her device, and said “Good” (Translation: Good idea, Mom!) • I started recording right after she said “Good” and caught the rest of her thought: “Happy ball want outside!” • Like all AAC users, Stella thrives when we talk to her using her device and say words that she loves. She never needs to know it was on accident! 😉 • • • • • #hunger4words #stellathetalkingdog #slpsofinstagram #speechtherapy #AAC #ashaigers #slp #corewords  #SLPeeps #slp2be #aacawarenessmonth #earlyintervention #languagedevelopment #dogsofinstagram #dogmom #doglife #dogs  #animalpsychology #doglover #dogvideos #sandiegodog  #catahoula #blueheeler #smartdog #dogcommunication #mydogtalks #animalcommunication #interspeciescommunication #loveanimals
Uma publicação compartilhada por Christina Hunger, MA, CCC-SLP (@hunger4words) em



Nesse vídeo, publicado no Instagram, Stella joga a bolinha no dispositivo e aperta quatro botões: "Feliz"; "Bola"; "Quero"; "Lá fora". A dócil e esperta cadela começou a ser ensinada aos 8 meses, e agora, 10 meses depois, reconhece 29 palavras e consegue formar frases com até cinco. A especialista em linguística, que atualmente trabalha com crianças de 2 anos, diz que o modo como Stella formula frases é bem parecido com o das crianças com que trabalha.


O próximo vídeo é perfeito, pois creio que é o que todo cachorro quer que saibamos quando late pra algo que viu na rua. Latindo, Stella aperta o botão "lá fora". A dona diz: "você viu algo lá fora, mas vamos ficar aqui dentro". Então Stella aperta repetidas vezes: "olha", "olha", "olha" e segura o botão "olhaolhaolhaolhaolha". Depois da insistência, aperta dois botões: "vem" "lá fora". Está aí algo que o meu apertaria com veemência toda vez em que o caminhão de coleta de lixo passa.


Ver essa foto no Instagram

Stella uses language differently when she’s in a heightened state versus when she’s calm! • Today when she heard some noises outside and wanted to go investigate, I told her we were staying inside. • Stella responded by saying, “Look” 9 TIMES IN A ROW, then “Come outside.” She was clearly in a more frantic state, and her language use matched that. We all sound differently than normal when we’re in distress, Stella included! • I’m impressed that Stella is communicating with language during her more heightened states, not just when she’s calm and in a quiet space. This shows me that words are becoming more automatic for her to use. It’s similar to when a toddler starts using language to express himself during times of frustration instead of only crying. That happens when it’s easy for the toddler to say words, not when he’s still learning and it takes a lot of focus to talk 🧠🗣 • • • • • #hunger4words #stellathetalkingdog #slpsofinstagram #speechtherapy #AAC #ashaigers #slp #corewords  #SLPeeps #slp2be #earlyintervention #languagedevelopment #dogsofinstagram #dogmom #doglife #dogs #guarddog #animalpsychology #doglover #dogvideos #sandiegodog  #catahoula #blueheeler #smartdog #dogcommunication #mydogtalks #animalcommunication #interspeciescommunication #loveanimals
Uma publicação compartilhada por Christina Hunger, MA, CCC-SLP (@hunger4words) em



Fonte: Revista People