Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Artistas enganam bot do Twitter que roubava ilustrações e fazem com que loja se auto-destrua


Artistas independentes costumam divulgar seus trabalhos pelas redes sociais, e lá conseguem "freelas" ou oportunidades de emprego. Não é raro, no entanto, que algum artista encontre o seu trabalho estampando um estojo na Malásia ou algo do tipo. Afinal, é difícil resolver uma questão de direitos autorais em um caso internacional. Só se você for uma empresa gigantesca como a Disney. Falando nisso, deixemos isso pra depois.




Continuando, algumas lojas de camiseta perceberam que podem se aproveitar desses artistas que publicam seus trabalhos em redes sociais, sem ter o empecilho de pagar por direitos autorais e sem se preocuparem com processos, já que podiam roubar artistas independentes de outros países.

E também perceberam que não precisavam ficar vasculhando as redes, já que agora podem colocar bots que vasculham o Twitter e automaticamente fazem a camiseta e já colocam ela no site. Mas como o bot detecta o que é uma estampa e o que não é? Eles são programados pra buscarem tweets como "eu quero uma camiseta desse desenho!", e então o bot faz a camiseta desse desenho. Foi o que o artista Rob Schamberger descobriu e denunciou em sua conta:


 


"Nunca, nunca, NUNCA responda à arte de alguém no Twitter dizendo que quer uma camiseta com essa arte. Bots vão entender isso e então piratear a obra de arte". Rob, em outro tweet, alega que ele mesmo já foi vítima diversas vezes disso.

Então outra artista, Hannadouken, teve uma ideia:


 

"Ei, vocês podem me fazer um favor e responder a este tweet com "eu quero isso em uma camiseta"? Obrigada". A ilustração em anexo diz: "este site vende arte roubada não compre deles". Logo, outros artistas começaram a fazer o mesmo e algo assim aconteceu:




 


  

  Nessa brincadeira os artistas também descobriram que os bots conseguiam remover as assinaturas ou marcas d'água que por ventura estivessem na ilustração, e inclusive recortar partes dela. Embora tenha sido divertido enganar as lojas que roubam artistas, ainda assim ficava aquele amargo: "poxa vida, não podemos fazer nada quanto a isso". Bom, e se você colocar todas essas lojas contra a Disney? Afinal, a Disney não quer nem que carrinho de dogão do interior que fica em porta de balada na madruga use algo que a empresa possua. Sendo assim, assim foi feito:


 


  

O artista Nirbion fez um Mickey muito mal feito dizendo "Eu tenho cheiro de ovo podre, ha-ha!" e com as inscrições: "NÃO LICENCIADO PELA WALT DISNEY COMPANY. ISTO NÃO É UMA PARÓDIA. NÓS COMETEMOS VIOLAÇÃO DE DIREITOS AUTORAIS E QUEREMOS SER PROCESSADOS PELA DISNEY. PAGAREMOS TODAS AS DESPESAS DA CORTE E DO TRIBUNAL".

Pelo jeito algo de ruim vai acontecer com essa empresa da Alemanha que acabou pegando a estampa. Bom, se acontecer algo assim com artistas brasileiros, já sabem o que fazer. Afinal, os bots de lá devem ter sido todos desligados com medo disso acontecer de novo. De qualquer modo, é bom fazer uma vez por mês. Praga costuma voltar.