Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Homem regista colmeia de abelhas como "animal de auxílio" e na teoria pode entrar no cinema e no ônibus com ela


David Keller estava em um local público e viu que um homem entrou com um cachorro registrado como "animal de auxílio", como os cães-guia. Porém, o cachorro não se comportava nem um pouco e estava fazendo uma baita bagunça.




O homem percebeu então que hoje em dia é muito fácil registrar um animal como "animal de auxílio", desde que as leis "pró-emoção" começaram a passar o limite do bom senso. Afinal, hoje você pode registrar quase qualquer coisa como um "animal para suporte emocional". Inclusive uma colmeia de abelhas, segundo o "Serviço de Registro de Cães dos EUA".


David entrou no Serviço de Registro de Cães do EUA e registrou uma colmeia de abelha como seu animal de suporte emocional, e o serviço aceitou o registro. Isso quer dizer que, em teoria, ele pode entrar com a colmeia de abelha em ônibus, aviões, cinemas, bancos, entre outros lugares. É claro, isso foi mais um protesto, o homem nunca teve envolvimento algum com abelhas.

O protesto foi pra chamar a atenção de como esses serviços não prestam atenção no que estão concedendo, e se alguém quiser entrar com seu cachorro bagunceiro no avião "porque sim", basta registrá-lo como "suporte emocional". Agora, quanto às abelhas, na prática, há uma lei federal nos EUA que só permite cachorros ou mini-cavalos como animais de suporte.

Tais registros não tem muito efeito legal quando você for em um tribunal, mas quando o papelzinho é apresentado na porta de algum lugar, a empresa costuma permitir pra evitar um possível processo.