Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

ENTREVISTA: Casey King, que participou do programa "Uma família de peso", conta como mudou de vida


Ante-ontem o Ovelhas fez uma matéria contando a história de Casey King, que, ao chegar aos 317kg, passou a jogar videogame o dia inteiro, sem roupa e comendo fast food. Ele chegou em tal ponto de desespero que se auto-condenou, dizendo que provavelmente morreria daquele jeito. A matéria terminou em um tom mórbido, como se de fato fosse morrer assim.





Porém, uma boa surpresa aconteceu: o próprio Casey King apareceu na publicação e arranhando no português explicou que sua vida havia mudado pra melhor. Começamos a conversar por mensagem e ele, que participou de um famoso programa que fala sobre pessoas lutando contra o sobrepeso,  aceitou dar uma entrevista ao Ovelhas Voadoras, contando como saiu do fundo do poço e mudou a sua vida, emagrecendo consideravelmente. Nada de pílulas mágicas de anúncios suspeitosos. Aqui vamos ver as dicas de alguém que foi ao extremo no problema da obesidade e conseguiu sair.


 
Casey no programa "Uma família de peso"

Ovelhas: "no passado você já falou muito sobre como as coisas eram ruins. Quero focar essa entrevista no momento em que se voltou pro começo da luta para mudar a sua vida. Qual foi o pensamento que fez você ver que havia uma verdadeira esperança pra que sua vida pudesse ser mudada?"

Casey: "No decorrer de minha vida eu mesmo e a minha família tentamos de tudo pra que eu perdesse peso. Tentei pílulas de dieta, dietas (eu provavelmente não me dediquei a elas o suficiente), exercícios (de novo, provavelmente não me dediquei o suficiente). Então o meu irmão se casou e teve um filho, meu sobrinho Thomas. Eu queria ser pra essa criança o tio que eu tive na minha, eu queria ser capaz de sair de casa com ele e andar por aí ou jogar uma bola de futebol americano. Eu queria ser capaz de levar ele a lugares e dar conselhos, eu queria ser o tipo de influência pra ele que os meus tios foram pra mim. Meu sobrinho é uma das maiores razões de eu ter querido mudar, além disso, eu queria aumentar a minha expectativa de vida e a qualidade dela. Meu sobrinho, minhas esperanças e aspirações foram as coisas que me impulsionaram em querer uma vida diferente pra mim mesmo".

 Antes

Ovelhas: "Seu sobrinho deu uma nova luz à sua vida e fez com que você visse que ainda era capaz de alcançar as suas esperanças e aspirações, e você quis perseguir estas coisas pra ser um bom tio e uma boa pessoa. Quais são essas esperanças e aspirações?"

Casey: "Quanto à primeira parte sim. Quanto às esperanças e aspirações, bom, primeiro eu quero uma esposa e uma família. Eu quero viajar e ver o mundo, conhecer novas pessoas e experimentar novas coisas. Eu quero ter uma carreira e fazer algo que goste e que envolva interagir com as pessoas e também melhorar a vida delas ou que envolva só falar com elas e iluminar os seus dias (talvez com uma risada). Eu gostaria também te, quem sabe, ter um Podcast de sucesso ou talvez estar em alguma rádio. Eu almejo uma audiência e amo falar".

Ovelhas: "Isso é muito bom! Primeiro, sobre o seu sobrinho. Se você pudesse ensinar a ele agora uma lição que soubesse que ele iria manter consigo pro resto de sua vida, qual seria essa lição?"

Casey: "Sempre tenha um senso de humor e nunca pense que seu valor é baixo. Lembre-se de que o amanhã não é só outra chance pra conseguir mas também uma chance pra ser uma versão melhor de si mesmo".

 Depois

Ovelhas: "Bom! Em segundo, sobre as pessoas que agora estão encarando o problema do sobre-peso e estão desesperançadas. Qual é o primeiro passo? Porque muitas pessoas dizem "é só fazer exercício", mas no lado prático isso pode ser bem difícil. Qual é a primeira coisa a ser feita pra começar a lutar contra isso?"

Casey: "Não é 'só fazer exercício'. Tudo começa fazendo pequenas mudanças e cortando a principal coisa que está te matando (a sua dieta). Se você comer comidas terríveis constantemente pela semana então comece cortando em alguns dias, começe a tomar algumas decisões saudáveis. Se você bebe refrigerante o dia todo, comece a adicionar copos d'água no seu cotidiano e corte as coisas ruins. Se você come fora frequentemente e é "junk food", então comece a cozinhar mais e comer mais comidas feitas em casa. Você precisa querer isso pra se mesmo. Podem existir um milhão de pessoas querendo isso pra você mas nenhuma vai importar se você não quiser isso por você mesmo. Você deve puxar a alavanca e mudar sua configuração mental. Você pode ter ajuda ao longo do caminho, mas inevitavelmente é você que deve mudar quem você é".

Ovelhas: "Como se alcança a configuração mental pra ter a força de vontade pra mudar a sua dieta? Tem algum truque, como os truques pra se parar de fumar?"

Casey: "Tudo começa com o que está entrando no seu organismo, você não precisa fazer mudanças drásticas em um pulo só. Comece a lentamente modificar a sua dieta e comece daí. Troque as coisas que estão te matando com alternativas saudáveis, mas saborosas, ache alternativas que você goste tanto quanto as coisas que você está deixando pra trás. Outra coisa é se auto-recompensar quando está indo bem, isso não vai acabar com seus planos e objetivos. Não tem problema algum em se recompensar ao agir bem". 

 Ovelhas: "Duas perguntas sobre isso. Qual é o alimento saudável que você mais gosta? E com quais "auto-recompensas" você se premia?

Casey: "Pessoalmente eu gosto de salada de frango grelhado com azeite e vinagre. Carnes grelhadas são coisas que amo. Eu me auto-premio com frango grelhado ou talvez com asas de frango cozidas. Eu tento permanecer no âmbito do "saudável" enquanto também fazendo algo que realmente gosto".

Ovelhas: "Quanto aos seus planos. Você vai colocar o seu Podcast no seu Instagram? Como alguém que quer te seguir faz pra acompanhar o seu progresso?"

Casey: "O Podcast não toca muito no assunto do meu peso, mas no canal do Youtube eu publico atualizações sobre isso. Se quiser posso te mandar os links"

Ovelhas: "Claro!"

Casey: "Instagram: Instagram.com/caseyking_fbtt 
Podcast: Kings of Pop (Spreaker, Spotify, iTunes, iheartradio).
Youtube: Este link 

Ovelhas: "Uma última coisa. Na matéria que fizemos sobre você, os brasileiros gostaram muito sobre você [e mandaram muitas mensagens de apoio nos comentários]. Você quer dizer alguma coisa pra eles?"


 A matéria que o Ovelhas fez e o comentário de Casey onde começamos a conversar:


Casey: "Quero sim. Diga que eu gostei muito de todo o amor e suporte e talvez eu vá e visite o país. Eu nunca esperei tanto amor vindo de um país que nunca visitei. Gostei muito de todos vocês, obrigado". 

Se Casey vier mesmo, vou convidá-lo pra uma salada de frango grelhado.