Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Homem vai depositar cheque que ganhou em processo por racismo, banco duvida e é processado por racismo

Na foto, Sauntore Thomas olha pra sua advogada

Sauntore Thomas, de 44 anos, venceu um processo que moveu por discriminação racial contra ele. O juiz determinou que 99.000 dólares (aproximadamente 415.000 reais). O veterano das forças aéreas estado-unidenses recebeu um cheque com o alto valor e foi ao banco TCF, que fica em Livonia, Michigan. 




Porém, na hora de depositar o cheque, a caixa suspeitou de alguma fraude, chamou o gerente, que também achou aquilo estranho, e começou a fazer perguntas sobre a origem do cheque. O gerente informou Sauntore que precisava verificar o cheque no "sistema verificado de cheques", mas que no momento o sistema tinha caído. Por isso, ele precisava ir lá nos fundos fazer isso manualmente.

Era um papo furado, e uma vez "lá nos fundos", o gerente ligou pra polícia. 4 policiais chegaram no banco e começaram a interrogar Sauntore. O homem ligou pra sua advogada pra confirmar a origem do cheque, mas ainda assim o gerente se recusou a depositá-lo. E o banco ainda abriu um boletim de ocorrência contra Sauntore por fraude.

Agora o banco também está sendo processado por discriminação racial, já que no processo é alegado que a cor da sua pele foi um fator determinante pra que o cheque não fosse depositado. Um porta-voz do banco, chamado  Tom Wennerberg, diz que o gerente que recusou fazer o depósito também é negro, e que a cor da pele de Sauntore não teve nada a ver com isso.

Porém, Tom admite que o banco não deveria ter feito o que fez com ninguém, e pediu desculpas. Mesmo assim, Sauntore quer sua indenização. Vamos ver o que o juiz vai decidir.

Fonte: NBC News