Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

"Garota-sopa-de-morcego" pede desculpas após receber ameaças de morte


Uma influencer da China pediu desculpas públicas após um vídeo dela comendo uma sopa de morcego, gravado em 2016, apareceu de novo ao público após a suspeita dos morcegos serem os hospedeiros da doença que assola o país chinês.




Wang Mengyun é uma celebridade do Youtube chinês, e ganhou milhões de inscritos com o seu canal de viagens, onde mostra os diversos países que visita e as peculiaridades de cada um deles. Não é raro ela comer coisas exóticas nos lugares onde vai, a garota não é fresca quando o assunto é comida.

No vídeo que pra muitos é infame, feito em 2016, Wang é vista chupando um morcego inteiro, dando a impressão que o morcego estava voando, caiu no prato dela e então ela começou a comê-lo. Então ela diz: "tem gosto de fruta". Depois ela segura o morcego perto da câmera e diz: "não parece um mini lobo-cachorro? Tem muitos nutrientes nele".

O vídeo reapareceu em meio à histeria anti-morcego com muitos dizendo que ele foi gravado em Wuhan, onde dizem que tudo começou. Logo, pra muitos, Wang era a culpada de tudo isso. Ela chupou o morcego e tudo isso aconteceu.

Outros usaram o vídeo pra mostrar que os hábitos alimentares dos chineses são horrendos, sendo que o vídeo foi gravado em Palau, uma ilha no oceano Pacífico.

Porém, a influencer começou a receber muitas críticas, passou a ser odiada do dia pra noite, e recebeu até ameaças de morte. Ela chegou a publicar um pedido de desculpas públicas no Weibo, algo como o Twitter chinês, mas apagou depois. "Desculpa, gente, eu não deveria ter comido morcego". Depois, ela prosseguiu mostrando os comentários negativos que estava recebendo: "você deveria ir pro inferno; Você deveria ter sido morta; Por que você não morreu?; Você é nojenta", e daí pra baixo. 

"Isso foi em 2016, eu nem sabia que tinha esse vírus. Eu só queria mostrar o estilo de vida das pessoas de lá", diz a menina que está sendo trucidada em público sem motivo algum. Para alguns, esse caso demonstra que existe um grande preconceito com o povo chinês enraizado nas pessoas.

O vídeo: