Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Homem acusado de homicídio duplo tenta alegar insanidade mas é o pior ator da história


Um homem de 19 anos da Flórida foi ouvir a audiência que definiria se ele teria direito à fiança, e tentou meter o louco no tribunal, literalmente. Afinal, se um tribunal decide que um homem é louco, ele vai pro hospício, que muitos julgam ser mais tranquilos do que as prisões, e você ainda ganha tranquilizantes que são injetados em você por enfermeiras.




Ele estava sendo acusado de homicídio duplo após alegadamente matar seus dois colegas de quarto provavelmente por uma discussão. Os dois que foram mortos eram jovens também, e um estava na universidade e era considerado uma promessa do boxe. 


Damon K. não queria saber da prisão e elaborou um plano pra escapar com suas habilidades de atuação. Entrou na audição gritando e sendo trazido por uma cadeira de rodas. Alguns dizem que ele gritava "Deus", mas devido à estranheza não dá pra ter certeza.

 Ingraham, um dos assassinados

Depois, conforme o juiz lia as deliberações do julgamento, Damon começou a fazer caras e bocas como se não pudesse compreender nada do que estivesse acontecendo.


O juiz não caiu na lábia e negou a fiança porque os indícios que levam à culpa dele são enormes. Um dos que foram mortos, de sobrenome Ingraham, estava ajudando o acusado, deixando ele viver de graça em seu apartamento. Os dois morreram por tiros de arma de fogo. Quem aparece chorando no vídeo, porém, não é a mãe do acusado, mas a mãe de Ingraham, que queria justiça.

A maioria das pessoas vendo o julgamento na verdade são parentes das vítimas, que ficavam perguntando o porquê dele ter feito aquilo. Até agora, nada foi esclarecido quanto aos motivos.


Fonte: Daily Mail