Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Tribunal decide que gamer que foi mutado durante partida não teve direitos civis violados


Um homem da Pennsylvania entrou com um processo real em um tribunal real porque foi mutado durante uma partida online. Ele alegou que seus direitos civis foram violados.




Amro Elansari quer indenização de uma empresa chamada Jagex Inc, dona do jogo Runescape, porque foi mutado durante uma jogatina em março de 2019. Segundo Amro, ele investiu mais de 2.000 horas no jogo, e perdeu o direito de se comunicar com outros jogadores, ou seja, foi mutado.

Contestando a decisão da Jagex, Amro viu seu pedido ser negado e eles ainda não deram o motivo daquilo ter acontecido. Então Amro foi pra justiça alegar que seus direitos civis garantidos pela constituição foram violados.

O juiz negou o pedido, mas não porque a empresa esteja certa, isto nem foi analisado, porque, segundo a decisão do tribunal, o que aconteceu nada tem a ver com a constituição. Se Amro quiser processá-los, terá que ser por outro motivo. De qualquer modo, jogadores mutados agora têm uma jurisprudência contra eles nos EUA graças a este homem.