Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Japão altera trilhos de trem pra que tartarugas possam passar com segurança


Tartarugas, como todos sabem, são lentas e desajeitadas. O lado bom é que elas têm um mega-casco, resistente a muitos ataques. Porém, não conseguem resistir a trens. Os japoneses perceberam isso, já que muitas tartarugas, tentando passar pelos trilhos de trem que cortam o país, acabam morrendo nos trilhos, pois demoram muito pra passar, o que aumenta as chances de um trem vir bem na hora e *splash*. Ou então elas ficavam entre as agulhas que mudam a direção dos trilhos e então *SCRUSHHHH*.




Isso não só é triste, mas também causava muitos problemas, já que quando isso acontece o trem tinha que parar, e se o trem tinha que parar, todos os outros trens também tinham que parar, e assim por diante, até gerar uma catástrofe econômica, se tartarugas o suficiente morressem.


Entre 2002 e 2014, por 13 vezes tartarugas sendo atropeladas causaram problemas pro Japão. Claro que muitas outras vezes elas passaram despercebidas, na verdade o trem passou, só que não dá pra ficar com o risco desse efeito borboleta das vias férreas, na verdade efeito tartaruga, então decidiram mudar as linhas dos trens.

A solução foi simples: um "U" de concreto por debaixo dos trilhos. As tartarugas caem ali e seguem caminho. Mas e então? Ficam pra sempre neste "U" com milhares de quilômetros? Negativo. A Japan Railway Co., responsável pelos trilhos, uniu forças com a Suma Aqualife Park. Toda tartaruga que cai ali é levada ao Aquário, que dá o tratamento devido a elas, e depois são levadas a lugares que não ficam nada perto de qualquer trilho de trem.

O sistema funcionando você vê nesse vídeo: