Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Lagarto bate recorde de maior prisão de ventre já registrada em um ser vivo


"Quando nos deparamos com isso, pensamos que era uma lagarta prestes a colocar ovos", disse a pesquisadora Natalie Claunch, da Universidade de Recursos Naturais e do Meio-Ambiente da Flórida, "mas quando fomos sentir os ovos, parecia uma massinha mole".




Os pesquisadores sem querer se depararam com o que acabou sendo a maior prisão de ventre já registrada na história (proporcionalmente), com as fezes chegando a 80% da massa corpórea do bicho.

Natalie fazia uma pesquisa junto com Edward Stanley, diretor do Museu-Laboratório de Disseminação das Descobertas Digitais, e os dois decidiram dar uma pausa pra dar uma olhada melhor nesse lagarto. Eles fizeram uma tomografia computadorizada no bicho e descobriram a bola gigantesca de cocô formada no corpo do lagarto.


"Eu fiquei chocada com quão pouco espaço os outros órgãos ficaram. Deve ter sido uma situação bem desconfortável pro pobre lagarto", disse ela. A melhor teoria pro que aconteceu, segundo eles, é que essa fêmea estava caçando insetos e foi atraída para um estacionamento por causa dos insetos nas lixeiras.

Os insetos, andando pelo estacionamento da cidade litorânea, acabavam ficando cobertos de areia (o que não acontece quando eles estão se esfregando em plantas), e cada vez que ela comia um inseto, comia também um pouco de areia. Então, os insetos dissolvidos pelo suco gástrico dela acabaram formando uma gosma quando foram misturados com os grãos, e ela não conseguiu soltar.

Ela continuou comendo, e a gosma continuou aumentando, até que ela não conseguisse mais comer. Além disse, ela não conseguia mais absorver os nutrientes da gosma em seu corpo. Por isso, os pesquisadores optaram pela eutanásia. Mas antes de ir, ela deixou sua marca histórica neste mundo.

Fonte: Museu da Flórida