Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Porrada come solta em protesto "anti-quarentena" por causa de boneca enforcada


Uma manifestação feita em frente ao Capitólio de Michigan teve uma estranha luta entre os próprios manifestastes. A manifestação é contra a governadora Gretchen Whitmer e as medidas que ela tomou pra conter a pandemia.




Entre eles estava um homem com uma lixeira com uma placa dentro, e uma vara de pescar com a bandeira dos EUA na ponta e uma boneca enforcada pendurada na vara. Não se sabe exatamente o que esse homem queria dizer com isso, ou se ele sabia o que estava fazendo ali. 

Porém, observando suas estranhas caretas e esse dadaísmo político, alguns ao redor começaram a dizer que ele era um "infiltrado", e outros diziam que aquilo era "discurso de ódio". Algumas discussões começaram quando finalmente um dos manifestantes começou a puxar a boneca enforcada.


A partir daí começou um empurra-empurra generalizado, e a polícia teve que intervir. O homem com a estranha mensagem política conseguiu sair do meio da confusão e foi pro gramado do Capitólio, onde a polícia o cercou. Então ele foi levado pra dentro do Capitólio, e foi constatado que ele não tinha ferimentos. Nenhuma acusação será feita contra ninguém.

Em um vídeo gravado logo após a confusão, uma mulher diz: "eu tirei a bandeira dele porque não é pra isso que estamos aqui. Crimes de ódio não serão tolerados em Michigan". A mulher que fala se trata de Jazmine Early, 49 anos, que disse à imprensa que sabia que alguns iriam pra manifestação só pra causarem problemas e chamarem a atenção pra coisas que não fazem parte das exigências deles, os chamados "Provocateurs".