Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Trabalho "da vida inteira" de um apicultor é destruído por vândalos que não gostam de abelhas


Ron Hoskins sempre foi apaixonado por apicultura, a arte de cuidar de abelhas. Tanto é que durante os últimos 20 anos ele tem estudado sobre como fazer uma abelha ficar imune a um determinado ácaro que tem dizimado inúmeras colmeias. 




Seu intuito era terminar o trabalho antes de sua morte, e ele se apressava, sabendo que, sendo idoso, não lhe restaria muito tempo. Talvez alguns anos, com sorte uma década, mas não muito mais que isso.

Ele cruzava diferentes abelhas e almejava uma "super-abelha" imune a esses ácaros. Ele começou o projeto aos 69 anos, e hoje, tem 89. Porém, em março, algo terrível: um incêndio destruiu todos os seus equipamentos e matou todas as suas abelhas. E o pior: foi um incêndio proposital.


Segundo o filho do homem, David Hoskins, foi algo planejado por alguém que provavelmente levou uma ferroada por ali e descobriu o que Ron mantinha naquela casinha. Além do incêndio, que destruiu também equipamentos caros e 20 roupas especiais para treinamento de futuros apicultores, as colmeias artificiais foram amontoadas antes do incêndio, pra garantir que fossem mortas.

O caso chocou o vilarejo de Stanton Fitzwarren, na Inglaterra, e a triste história do gênio da apicultura que aos 89 anos perdeu todo o seu trabalho interminado tocou o coração dos ingleses.



Por isso, em pouco mais de um mês uma página de doações arrecadou pra Ron cerca de 24.000 libras (171.000 reais) pra que suas pesquisas possam retornar rapidamente.

"Meu pobre e velho pai está devastado e qualquer informação ajudaria. Se você sabe de alguém que ao mesmo tempo ficou cheirando a fumaça e foi picado por abelhas, faça a coisa certa e apresente a informação". A polícia também fez seu comunicado, e diz que quer ouvir qualquer um que saiba qualquer coisa sobre o crime.

 O lugar antes do incêndio

A polícia também aponta que as roupas de treinamento provavelmente não foram destruídas, mas roubadas, por seu alto valor, e que se alguém viu uma dessas roupas à venda por lá, deve comunicar pra polícia.

Os policiais dizem que está determinada a achar quem destruiu o trabalho de um "renomado apicultor conhecido mundialmente".