Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Empresa derrama 20.000ton. de óleo diesel em rio da Rússia e Putin enfia diretor do lugar em "gaiola"


O Presidente ad infinitum da Rússia Vladimir Putin decretou estado de emergência depois de saber que uma subsidiária da empresa Norilsk Nickel deixou 20.000 toneladas de óleo diesel cair em um rio do círculo ártico. A empresa é a maior produtora de níquel e paládio.




O vazamento aconteceu depois de um tanque gigantesco de diesel estourar na cidade siberiana de Norilsk. O Comitê Investigativo Russo (SK) abriu uma investigação criminal por poluição e negligência, porque as autoridades só foram avisadas com dois dias de atraso, prejudicando as medidas de contenção do óleo.

Segundo Putin, ele ficou nervoso porque ficou sabendo do vazamento pelas redes sociais, quando deveria ter sabido pelo diretor do local onde o óleo foi vazado. Por isso, o homem foi preso, e assim ficará até dia 31 de julho, em prisão preventiva, até que uma acusação formal seja feita.


A mancha já contaminou 350 km² do rio. Na conferência em vídeo, que foi liberada pra mídia, Putin come a orelha de Sergei Lipin, dono da subsidiária. "Por que as agências do governo só souberam disso dois dias depois do fato? Agora nós vamos ficar sabendo de situações de emergência pelas redes sociais?".

Com certeza haverá uma multa gorda pra tal subsidiária, e o responsável por aquele edifício dessa subsidiária está praticamente em uma gaiola, pois era ele quem primeiro deveria ter avisado. Talvez ele tenha esperado que a mancha simplesmente fosse embora sem ninguém notar. Talvez o medo tenha o paralisado.


O vazamento pode ser o 2º pior desastre ambiental provocado pelo homem da história da Rússia, segundo Alexei Knizhnikov, do Fundo Mundial da Vida Selvagem. O governo mandou muita gente pra tentar conter a mancha.


Fonte: BBC