Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Menina de 8 anos é ameaçada de estupro no Minecraft e pai consegue rastrear a pessoa pra dar um jeito

Fotos ilustrativas

Quando bons pais veem suas filhas sofrendo algum perigo, são capazes de coisas que nem imaginavam que poderiam fazer. Mas às vezes é possível dar um jeito excelente na situação sem precisar de violência.




Um certo pai, (os nomes não serão exibidos pra que seja preservada a privacidade dos envolvidos) fez uma publicação em uma seção do fórum Reddit que é chamada "ProRevenge", ou "vingança profissional". O caso não é bem uma vingança, mas foi um jeito excelente de resolver uma situação impedindo que um agressor continuasse a sua agressão e ainda fosse punido.

Ele deixa sua filha, com então 8 anos, jogar Minecraft no computador, mas com ele por perto, pois sabe ser um jogo online. Mas como sabe que quase todo mundo nos servidores são crianças, e sendo ela supervisionada por ele, não vê problemas. Um dia sua filha começou a fungar no computador, escondendo um choro. Ele perguntou o que foi e ela não quis responder.

Então ele ficou observando secretamente enquanto ela lidava com a situação, e viu o que estava acontecendo. Alguém no servidor estava dizendo pra ela que iria estuprá-la, dizendo certos detalhes sobre como seria o ato, e como ele iria "hackear o IP" dela pra descobrir seu endereço, e a menina com medo tentava lidar com a situação escondendo seu choro.

O pai tirou a filha do jogo naquele momento, é claro, a acalmou e disse que nenhuma daquelas ameaças iria se concretizar, era só um idiota, etc, etc. Mas ele notou que a menina, pra imitar os Youtubers de Minecraft que gosta, instalou um programinha que grava a tela, e ela estava gravando. Depois a menina gostava de ver as gravações e se divertir com seus "melhores momentos".

O homem chamou a sua esposa, e os dois resolveram rastrear o cara. O primeiro passo foi dar um Google no username dele. Talvez não achasse nada, talvez achasse algo. Achou um tópico em um fórum onde esse username está se inscrevendo pra ser moderador de um servidor de Minecraft.

Diz ele, nesse fórum, ter 15 anos, gostar de hockey, ter vivido em Toronto, no Canadá, mas que agora se mudou pra Flórida, nos EUA. Mas a melhor pista foi o contato do Skype que ele deixou no fórum, pra que os donos do servidor entrassem em contato com ele. O username era algo assim: "primeironome.sobrenome".

Achar um adolescente não seria fácil, pois não é o nome deles que está no contrato da casa, ou na conta da internet, de luz, água, etc. O jeito seria achar o pai dele. O sobrenome, no Facebook, indicava algumas dezenas de resultados na Flórida. Agora era achar um homem de uns 40 anos (o que faz sentido pra um filho de 15) que seja de Toronto e more na Flórida.

Bingo! Só podia ser o pai do menino. Mas podia não ser. Ele mandou uma mensagem no Facebook pro homem, perguntando se o primeiro nome do menino era o nome que ele viu no contato do Skype. O pai confirmou. Então todas as evidências foram mostradas pro homem, inclusive a gravação dele ameaçando de estupro uma menina de 8 anos.

O pai do menino não respondeu por dias. Será que deixaria por isso mesmo? Mas então, finalmente, o sabor da vitória: o pai do menino disse que tirou o computador dele e qualquer dispositivo com acesso à internet, e que ele na verdade tinha 11 anos. E é assim que se limpa um server de Minecraft.

A publicação fez sucesso no fórum, chegando a 45 mil "positivações "


Fica a dica: se quiser deixar seus filhos jogarem coisas online, fique por perto e atento!