Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Separações aumentam 30% na Arábia após quarentena acabar revelando pais de duas famílias


Dados liberados pelo reino da Arábia Saudita mostram um aumento de 30% dos divórcios em relação a fevereiro do ano passado. A quarentena começou no 2º mês do ano no país. Por outro lado, houve um aumento de 5% nos casamentos. Foram 13.000 casamentos, e 542 conduzidos online.




Foram 7.482 separações segundo a "khula", os casos onde a mulher pode pedir a anulação do casamento. Um desses casos é se secretamente o homem tinha outra família ao se casar com ela. O Ministério da Justiça Saudita revelou que 52% desses pedidos vieram das cidades onde as medidas foram mais rígidas, ou seja, Makkah e Riyadh.

O advogado Saleh Musfer Al-Ghamdi também nos revela outro dado: nesse mês ele atendeu 5 pedidos de anulação de casamento, e todos por uma descoberta de família secreta do então marido. O que aconteceu?


Ora, a quarentena obrigava todos a ficarem em casa. Então esses maridos que mantinham secretamente duas esposas ficavam em certo dilema: qual casa? Em um terrível jogo de malabares, muitos não conseguiram manter as aparências, e acabaram sendo descobertos.

No país a poligamia é legalizada, mas ela não pode ser secreta, pois a mulher deve saber se é a primeira esposa ou a segunda, e assim por diante, já que a condição da primeira esposa e da segunda diferem dentro da casa. Então, se o homem mente dizendo que a mulher é a primeira esposa, enquanto não é, ela pode ativar a "khula", e pedir a anulação do casamento.