Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

350 elefantes morrem misteriosiamente após andarem em círculos na Botsuana


A Botsuana é um país que abriga um terço de toda a população de elefantes da África. Mas algo misterioso está matando subitamente muitos elefantes por lá, e os cientistas da National Park Rescue foram pra lá tentar resolver o mistério antes que a coisa misteriosa acabe com os elefantes.




O fenômeno foi detectado em maio, quando uma organização de proteção aos elefantes de lá sobrevoou uma área do Delta do Okavango. Em apenas três horas, eles se depararam com algo realmente macabro: 169 cadáveres de elefante.


Por conta disso, uma investigação mais profunda foi feita na região, e eles encontraram cerca de 350 elefantes mortos. O Dr. Niall McCann, que trabalha pra descobrir o que está acontecendo, disse que isso é totalmente sem precedentes. Em um evento que não é relacionado com uma seca, nunca tantos elefantes morreram ao mesmo tempo.

Lá em maio, na investigação mais profunda mencionada aqui na matéria, o governo da Botsuana entrou no meio e determinou que tais mortes não têm a ver com caça, e o motivo é simples: todos os cadáveres ainda estavam com o marfim. Afinal, a primeira hipótese pensada foi envenenamento. Depois de mortos, viriam os caçadores e recolheriam os preciosos marfins dos elefantes.


Mas além dos marfins estarem nos corpos, nenhum indício de envenenamento por cianeto (o veneno que caçadores costumam usar) foi encontrado. Houve um caso ano passado de envenenamento para caça que causou a morte de 100 elefantes, e foi por antraz. Mas segundo o cientista, esse caso não tem nada a ver com isso.

Só se têm duas pistas: a primeira é a de que a maioria dos cadáveres mostra que os elefantes estavam andando quando de repente caíram de cara no chão, como se tivesse simplesmente desligado. A segunda é que testemunhas viram muitos elefantes, isoladamente, andando em círculos, e depois, estes mesmos elefantes estavam mortos.


Com base nisso, os investigadores e cientistas desconfiam de uma possível doença neurológica perigosíssima. E daí, são duas as hipóteses: a primeira é a de que a doença seja causada por um envenenamento natural de alguma fonte de água da região, como por exemplo um parasita. A outra, é que seja uma doença contagiosa, e os elefantes estão passando a doença neurológica uns pros outros.

A segunda hipótese é muito mais assustadora, e os cientistas correm contra o tempo pra descobrir o que está acontecendo. Ainda que seja importante manter em segurança a população de elefantes, os cientistas se preocupam mais em descobrir a fonte dessa doença, já que, sem saber qual é a fonte, é impossível descartar a possibilidade da doença infectar humanos.

Segundo o Dr. Niall, os resultados dos exames de laboratório mais detalhados das amostras retiradas dos cadáveres dos elefantes sairão nas próximas semanas.

Fonte: BBC