Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Maiores estúdios do Japão se unem pra fazer canal gratuito no Youtube com 3.000 animes


A indústria dos animes tem crescido exponencialmente, afinal, tal indústria não está toda presa a um molde de roteiros que todo autor precisa seguir. Alguns estúdios, de fato, exigem que autores coloquem coisas em seus animes pra que continuem distribuindo o conteúdo, mas ainda há espaço pra que histórias realmente boas e diferentes ganhem espaço justamente por conta disso.




Em outras indústrias, como a do cinema americano, tal espaço praticamente não existem mais, e portanto toda produção segue um dos cinco moldes de roteiro permitidos, o que satura o mercado. Por essas e outras, a Associação Japonesa de Animação revelou em relatório que a indústria dos animes gerou 20 bilhões de dólares no ano passado.


Os estúdios, no entanto, sabem bem que esses 20 bilhões poderiam ser 40, digamos, já que muitos fãs de anime não estão dispostos a pagar assinaturas e por isso pirateiam na cara dura. Pensando nisso, e em um modo de convencer tal público a parar com esse negócio de piratear, tais estúdios se uniram.


Os estúdios Toei Animation, Kodansha, Nippon Animation, Tezuka Productions, Shogakukan-Shueisha Productions, e Shinei Animation, considerados os maiores da indústria do anime, se uniram e juntas vão disponibilizar 3.000 títulos que você poderá ver gratuitamente no Youtube.


O canal já foi lançado, e já conta com 48 mil inscritos, mas ainda não tem nenhum conteúdo. Aos poucos, os títulos serão colocados na íntegra nesse canal chamado AnimeLog, e o objetivo dos estúdios é de que até 2022 o canal tenha 300.000.000 de visualizações mensais. O lucro, obviamente, será gerado por anúncios.

Como os anúncios dos sites ilegais são bem piores, é claro que o público migrará pra lá. Se você é fã de anime, ja se inscreve no AnimeLog e fique atento para os primeiros títulos.