Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Dupla é presa por "batizar" a bebida de homens em bares, levá-los pra casa e roubá-los

 

 

Duas mulheres de Milwaukee, nos EUA, foram presas acusadas de drogarem homens em bares de Chicago. As duas cidades ficam próximas (1 hora e meia de carro), e elas iam até lá pra não serem reconhecidas pelos moradores do local.




Tiana T., de 25 anos, e Tjwana R., de 32 anos, iam para bares em Chicago, no bairro North Bridge, e miravam homens visivelmente embriagados e sozinhos, tarde da noite. Na primeira abordagem, após rápida conversa, elas sugeriam que os três fossem pra "outro lugar mais reservado".


Às vezes o local mais reservado era a própria casa do homem, às vezes um beco ou hotel. O que importa é que uma vez sozinhos, elas tiravam uma bebida que traziam com elas, e davam pro cara beber. Já bêbado e sem noção das coisas, ele bebia e caía quase imediatamente em um profundo sono.

 


Cerca de 10 homens foram vítimas disso, segundo os promotores que fazem as acusações do caso, e claro, os maiores roubos foram quando ele as levou pra casa. Se a vítima não fosse pra própria casa, então acordaria em algum acostamento de estrada, sem carteira e sem os pertences.


No total, elas roubaram mais ou menos 85.000 dólares (474.000 reais), somando dinheiro, joias e celulares. Elas também roubavam cartões do banco e obtinham a senha deles bêbados antes de desmaiarem, e sacavam tudo em caixas eletrônicos de super-mercado.


Após os casos se multiplicarem na mesma região da cidade, os investigadores da polícia se mobilizaram pra pegar sejam quem fosse que estava fazendo isso. Logo eles localizaram e identificaram as suspeitas por conta de testemunhos e imagens das câmeras de segurança dos lugares. 


Faltava ainda pegar no flagra pra obter a prisão. Os policiais obtiveram autorização pra um rastreador ser colocado ocultamente no carro de uma delas. Quando os investigadores detectaram que elas estavam saindo de um bar de Chicago, na região de North Bridge, e era de madrugada, a polícia entrou e ação, e na mosca! Elas estavam com um homem dopado, e foram presas em flagrante.


As duas são mães, e uma delas está grávida. Nenhum dos homens saíram feridos fisicamente. A fiança de uma ficou em 45.000 dólares e a da outra em 55.000. O julgamento, que determinará a pena, será no dia 04 de novembro.

 

Fonte: NY Post