Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Adolescente tenta matar Joe Biden com van cheia de explosivos e é preso pelo FBI

Se na democracia muitos se candidatam, e só um é eleito, então é claro que muita gente precisa simplesmente aceitar alguém que não gosta por alguns anos no poder. Se o candidato do time A é eleito, todo mundo que votou nos candidatos dos times B, C e D ficam insatisfeitos, e assim por diante.

 



Normalmente tal insatisfação termina com uma careta, alguma vociferação em redes sociais, princípios de confusão em reuniões de família ou só um dar de ombros e acabou. Mas às vezes termina com uma van cheia de explosivos, uma AR-15 e um óculos de visão noturna.

 

Os dois maiores partidos dos EUA, o Republicano e o Democrata, fazem pré-seletivas pra determinar quem vai ser o candidato deles, então ocorrem como que eleições dentro das eleições: os Republicanos elegem o seu candidato, e os Democratas elegem o seu. 

 


Nessas eleições, Donald Trump era a escolha óbvia, afinal, é presidente. No caso dos Democratas, houveram debates públicos e votações pra decidir quem enfrentaria o atual presidente nas eleições.

 

Após tais debates, os dois principais nomes eram Joe Biden, ex-vice-presidente, e Bernie Sanders, que por dizer suas propostas com certo exagero, acaba agradando o público mais jovem.

 

No início, os apoiadores do Bernie, cheios de "wishful-thinking", previram diversas vezes uma vitória garantida, e apostavam no idoso como única salvação do país. Conforme as preletivas se desenrolavam, ia ficando cada vez mais claro que Joe Biden seria escolhido, e Bernie Sanders, novamente, descartado.

 


Alexander H. T., de 19 anos, não gostou nada disso. Sendo um apoiador de Bernie, e jovem que é, investiu muita carga emocional, acreditando que influencia em algo publicando no Twitter ou no Reddit, como muitos jovens acreditam.


Ele publicou um meme em abril, quando Joe Biden começava a ameaçar a candidatura de Bernie. "Devo matar Joe Biden?", dizia ele. Mas a coisa foi ficando séria. "Eu vou salvar o Bernie", disse Alexander em uma publicação feita no Reddit, depois desse meme. Nessa altura já era claro que Bernie não seria o candidato do partido democrata, e o próprio Bernie já havia parado com sua campanha presidencial.


E como Alexander salvaria Bernie? Entre março e maio ele fez uma série de pesquisas no Google envolvendo o seu plano, sobre como conseguir os itens de que precisava, sobre os endereços de Joe Biden, e leis relativas a compras de armas em diferentes estados.

 

Alexander comprou armamentos em pelo menos 4 estados, e reuniu explosivos, 4 rifles AR-15 e óculos de visão noturna em uma van, onde planejava invadir a casa do candidato democrata e matá-lo, pra que Bernie pudesse assumir a candidatura. Com ele também foram achados 500.000 dólares em dinheiro, que a polícia crê que ele tenha recebido de herança.

 

A sorte é que ele deixou a van estacionada em no estacionamento de um banco e não se preocupou muito em esconder as munições e armas, o que levou algumas pessoas a chamarem a polícia. Uma investigação começou, afinal, não é normal um moço de 19 anos estar com aquele arsenal, e suas respostas estranhas foram desencadeando investigações mais profundas.

 

Até que seu plano de matar Joe Biden foi descoberto com base no que ele publicava nas redes sociais, conversas de celular, localização que batia com os endereços de Joe Biden e interrogatórios. O FBI entrou na parada e detalhes da investigação só foram revelados hoje, dia 23 de outubro.

 

Ele foi preso e não terá direito a fiança até o seu julgamento. 


Fonte: Washington Post