Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Homem é perseguido por lunático e alega legítima defesa após tiroteio em alta velocidade

 

Marco Mazetta alega ter agido em legítima defesa após ter feito diversos disparos contra outro veículo enquanto acelerava o seu próprio em uma rodovia. Ele dirigia por uma rodovia de Orlando, Flórida, quando um homem começou pequenas disputinhas com ele.

 

Como se vê, Marco cortou o homem três vezes, e fez um "brake check", termo usado pra quando freiamos na frente de alguém obrigando a pessoa também a freiar ou então ela bate. O homem do outro carro, por sua vez, começa a bater na traseira de Marco, perseguindo-o pela estrada.

 


Após algumas vezes disso, o homem do outro carro aponta uma arma pra Marco e depois acelera. Marco, por sua vez, saca uma arma, acelera e começa a disparar contra o carro, através de seu parabrisa, e a briga termina por aí.

 


Ele, tendo certeza de que foi legítima defesa, publicou o vídeo no Youtube, já que seu carro tem dashcams. Mas talvez não seja bem assim. 

 


O comentário mais curtido no canal "Endless Open Road", que também publicou o vídeo, diz o seguinte: "LOL. Instiga o incidente inteiro cortando na frente do cara por três vezes, então faz brake-check nele, acelera pra mais de 160km/h pra alcançar o cara que já tinha ido embora e então começa a disparar porque 'viu uma arma', alegando 'legítima defesa".

 

Muitos outros comentários semelhantes dizem que a alegação de legítima defesa de Marco são insustentáveis. Porém, quem vai decidir não é a internet, é o juiz. 

 

Afinal, ele poderá alegar que sim, de fato o homem tinha acelerado pra supostamente ir embora, mas anteriormente o carro também tinha sumido de sua vista e voltado pra lhe ameaçar. E se voltasse novamente? Ainda mais agora, que ele viu, de fato, a arma.

 

Bom, enquanto não acontece o julgamento, julgue por você mesmo o vídeo: