Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Universidade do Japão passa a oferecer "mestrado ninja" e atrai estudantes do mundo inteiro

 
O primeiro formado no curso de mestrado ninja na Universidade Mie, no Japão, é um homem de 45 anos chamado Genichi Mitsuhashi, que passou 2 anos afiando suas habilidades nas arte marciais e absorvendo as tradições e histórias dos ninjas feudais do Japão.
 
 
A universidade fica na região central do Japão, considerada o lar dos ninjas. Embora o foco principal do curso de mestrado seja a história dos ninjas, você também acaba vivendo na prática o cotidiano de um pra poder entender melhor como era. "Eu li que os ninjas trabalhavam como fazendeiros pela manhã e treinavam artes marciais de tarde", disse Genichi.
 
 
Genichi realmente entrou de cabeça no curso
 
 
Por isso, pra mergulhar profundamente em seu mestrado, ele passou a cultivar plantas pela manhã e a treinar artes marciais que os ninjas treinavam, como o Ninjutso. "Com essa combinação, eu pensei que poderia aprender sobre o que é verdadeiramente um ninja".
 
 
Durante o curso, Genichi se especializou em Kung Fu e uma arte marcial chamada Shorinji Kempo. Seu aprofundamento deu tão certo que agora ele ensina tais artes em seu próprio dojo. Agora ele quer o doutorado ninja.
 
 

 
A Universidade Mie fica em Iga, a 350km de Tóquio, uma cidade montanhosa onde os ninjas se sentem em casa. Yuji Yamada, um dos professores do curso, disse sobre o primeiro mestre ninja formado na universidade: "Nós damos aulas de história e cursos sobre as habilidades ninja, mas eu não esperava que ele se aprofundasse assim".
 
 
A Universidade Mie, em Iga, no Japão
 
Não são poucas pessoas que querem ser um mestre-ninja, e por isso eles recebem pedidos de matrícula do mundo inteiro. Mas Yuji alerta: "esse curso é pra aprender sobre os ninjas, não pra se tornar um", embora você possa, como fez Genichi.