Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Atendente do "190" é presa após desligar na cara das pessoas em "dias ruins"


 
Uma ex-operadora de 911 em Houston foi considerada culpada de desligar na cara de pessoas que ligavam para serviços de emergência. Na quarta-feira, os jurados consideraram Crenshanda W., de 44 anos, culpada de interferência em chamadas telefônicas de emergência, uma contravenção.
 


 
Ela foi condenada a 10 dias de prisão e 18 meses de liberdade condicional.
 
 
Os promotores da promotoria distrital do condado de Harris dizem que ela trabalhou como operadora de 911 por um ano e meio, terminando em 2016. Registros mostraram que milhares de ligações com duração inferior a 20 segundos foram atribuídas ao desligamento.
 
 

 
Ela foi demitida depois que um supervisor percebeu o número incomum de "ligações curtas", relata a afiliada da CBS KHOU.
 
 
As ligações variavam de denúncias de roubos e homicídios a denúncias de veículos em alta velocidade. Os promotores disseram que Crenshanda traiu a confiança da comunidade.
 
 
"Os cidadãos do condado de Harris contam com operadoras de 911 para enviar ajuda quando precisam", disse Lauren Reeder, promotora do condado de Harris, de acordo com o Houston Chronicle.
 
 
Williams disse aos investigadores que costumava desligar porque não queria falar com ninguém nessas ocasiões.
 
 
De acordo com o Chronicle, o advogado de Williams, Franklin Bynum, disse que o caso revelou problemas "sistemáticos" no Centro de Emergências de Houston, incluindo problemas com o sistema de recebimento de chamadas que abandonava as chamadas. Ele também teria questionado o estatuto usado para acusar Crenshanda e disse que apelaria.
 
 
"Ela estava passando por um momento difícil em sua vida e era uma funcionária de baixo desempenho no Centro de Emergência de Houston", disse ele. "Mas puni-la não ajuda em nada a resolver os problemas que ainda existem no centro de emergência."
 
Fonte: CBS News