Tecnologia do Blogger.

Empresa cobra R$5.200 reais pra destruir qualquer relacionamento sem fazer perguntas


 
Em um país que evita o confronto e desaprova a exibição pública de paixão, empreendedores ousados ansiosos para assumir o fardo de terminar um relacionamento romântico em nome de um cliente podem fazer uma fortuna. 


 
 
Os Wakaresaseya, literalmente “disjuntores”, são agentes profissionais especializados em destruir relacionamentos, sejam eles casamentos ou casos amorosos, mediante pagamento.
 
 
Depois de assumir um contrato, esses operadores sem licença não param por nada até atingir seu objetivo, que inclui medidas extremas como aprisionamento, sobrecarga financeira e mentiras. Os wakaresaseya são vistos por alguns na sociedade japonesa como imorais, mas eles existem há décadas e seus serviços são mais populares do que nunca.
 
 

 
Os serviços de Wakaresaseya, muitos dos quais vinculados a agências de detetives particulares, costumam ser anunciados online e atendem tanto a pessoas casadas que buscam um motivo para deixar o cônjuge, quanto a indivíduos casados que sabem da infidelidade de seu parceiro e querem acabar com ela sem se envolver.
 
 
Os preços supostamente variam de algumas centenas de dólares para casos simples, a mais de US $ 150.000 para casos de alto perfil onde a discrição é da máxima importância. Em um país que evita o confronto e desaprova a exibição pública de paixão, empreendedores ousados ansiosos para assumir o fardo de terminar um relacionamento romântico em nome de um cliente podem fazer uma fortuna.
 
 

 
Os homens sempre podem ser seduzidos se a mulher operativa for razoavelmente bonita ”, disse Kiyoshi Hiwatashi, diretor-gerente de uma agência wakaresaseya, ao Los Angeles Times.
 
 
Quando um cliente quer que o caso de seu marido acabe, os agentes wakaresaseya começam a mirar na amante. Às vezes, eles se passam por empresários ricos e bem-sucedidos e simplesmente os roubam do parceiro do cliente, mas também têm outras táticas.
 
 

 
Às vezes, uma agente feminina faz amizade com a amante, descobre seu tipo ideal de homem e a apresenta a um candidato adequado, fazendo com que ela própria deixe o alvo.
 
 
Por uma taxa extra, algumas agências wakaresaseya até oferecem serviços de “pós-atendimento” para garantir que seus clientes não voltem a bater na porta. 
 
 
Isso inclui oferecer aconselhamento sobre como se tornarem mais atraentes para seus cônjuges, como agir perto deles ou trabalhos mais tortuosos, como espalhar boatos no quarteirão de que um vizinho acha a esposa atraente, reacendendo assim o interesse do marido por ela.
 
 
Depois de ver uma queda na demanda há uma década, após um caso famoso que terminou em um assassinato, os serviços wakaresaseya se tornaram mais uma vez muito populares, com centenas de agências anunciando seus serviços online.
 
 
Embora esses serviços possam parecer incomuns em muitas partes do mundo, vale lembrar que este é o Japão, o mesmo país onde você pode contratar alguém para confessar sua paixão em seu nome, contratar um namorado falso e até mesmo contratar alguém para pedir demissão no trabalho se você não for corajoso o suficiente para fazê-lo sozinho.
 
 
Uma das mais de 200 agências do ramo que existem no Japão é a One Group. O plano mais barato deles é onde o término precisa apenas de uma intervenção de algum agente pra acontecer, e custa 100.000 ienes (5.200 reais).
 
 
Você pode decidir se o agente continuará a empreitada ou não, e dependendo do caso, a operação pode chegar a 6 meses de duração, com grande investigação e coisas do gênero "missão impossível" feita por "agentes com 10 anos de experiência". Se chegar nesse nível, você paga cerca de 4.000.000 de ienes (208.000 reais), podendo chegar a 8.000.000 como comissão aos agentes ( 417.000 reais).
 
 
Fonte: BBC