Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Moça de 19 se casa com idoso de 89, comemora herança no Twitter e causa indignação

Lee Hopkins, de 89 anos, enviuvou há 2 anos atrás após um acidente de carro matar a sua esposa, Elizabeth, de 90 anos, como vemos nessa notícia da KATV 



 

Em algum momento nesse ínterim, Olivia Hopkins, 19 anos, começou a trabalhar no Brookdale Senior Living Center, uma empresa que fornece cuidadores de idosos, onde ela começou a cuidar de Lee.
 
 

 
No dia 2 de julho, ela tweetou sobre a possibilidade de casamento com ele, dizendo: "por que estou considerando isso? Ele tem 90 anos, o que eu tenho de errado?". Um amigo a encoraja dizendo: "pega essa bolsa, irmã".

13 dias depois vaza o print de um grupo onde ela menciona que discutiu os detalhes do casamento e fala: "se eu me casar com ele, serei a única herdeira". 

 


No dia 4 de agosto um amigo, não se sabe em qual grau de amizade, diz que os dois vão pegar "a herança dele", respondendo a um tweet de conteúdo desconhecido da moça.

No dia 12 de agosto, ela fala algo que dá a entender o início de uma relação sexual entre os dois. Em 24 de agosto ela diz: "eu vou me mijar, cagar e vomitar em mim mesma, Lee tem muito dinheiro, eu já fui literalmente sem teto". Nos dias 25 e 28 de agosto ela é vista flertando publicamente, pedindo fotos pra um homem em um caso, onde ele diz: "eu vou contar pro Lee", e ela caçoa: "o que ele vai fazer? Esquecer?".

No dia 7 de agosto ela diz que o seu enteado é 13 anos mais velho do que ela. 2 dias antes do casamento ela diz pra um homem: "quando eu enviuvar você vai me querer?". No dia 11 de outubro eles se casaram.

Um dia depois, após a viralização das fotos do casamento, alguém a critica dizendo que ele tem demência, e que portanto o casamento não é consensual. Ela diz que sua demência não é muito grande, que às vezes ele esquece que dia é e outras vezes ele a chama pelo nome com o qual se referia à antiga esposa. As criticas aumentarame e ela deletou a conta.

Uma das pessoas que estava no grupo de onde o print acima foi retirado esclarece que todos foram contra aquilo, e que depois fizeram outro grupo sem ela quando ela se recusou a desistir de suas intenções.

O caso causou indignação geral e uma thread no Twitter com todos os prints chegou em 38 mil curtidas. Muitos entraram em contato com a paróquia presbiteriana onde ocorreu o casamento, mostrando os prints, e a paróquia diz saber da situação. Alguns disseram que iriam denunciar pra assistência social, mas sem novidades até o momento.