Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Professora condenada por sexo com aluno de 14 anos não irá pra prisão

 

Uma professora que seduziu um estudante adolescente com fotos de lingerie escapou de uma sentença de prisão. Allyssa G, 24 anos, admitiu ter feito sexo com um garoto de 14 anos que ela conheceu em sala de aula quando era professora assistente na Circle Academy em Urbana, Illinois



 

.
A procuradora assistente do estado, Kristin Alferink, disse que Allyssa e o menino tiveram vários encontros sexuais entre maio e agosto de 2019. Naquela época, Alferink disse que Alyssa mandou ao adolescente "fotos dela mesma em lingerie e maiô" e o instruiu a excluir qualquer interação nas redes sociais entre os dois.

 


 
Desde então, Gustafson disse que ela cometeu um "terrível erro de julgamento" e reconhece que suas ações "magoaram muitas pessoas". Pedindo desculpas à mãe do menino em meio às lágrimas, ela disse: "Sinto muito pela dor que causei a tantas pessoas. Cometi um erro terrível de julgamento e isso prejudicou muitas pessoas".

 



Allysson, que agora mora em Tuscola, se confessou culpada de abuso sexual agravado por envolvimento em ato sexual com um adolescente de 14 anos, mas escapou de uma acusação mais grave de agressão sexual criminosa.

 


 
A promotora Alferink tentou buscar uma pena de prisão de cinco anos para Allysson, mas seu advogado, Mark Lipton, fez com que um avaliador de agressores sexuais e provedor de tratamento testemunhasse que considerava Allysson sob baixo risco de reincidência.

 

 

Mark argumentou que ela não representa perigo para a comunidade, tem forte apoio familiar e seria monitorada de perto durante a liberdade condicional. O juiz Roger Webber disse que não acreditava que Allyssa era um perigo para o povo e deu a ela quatro anos de liberdade condicional.

 

Fonte: Daily Mail