Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

TikTokker perde 1 milhão de seguidores após desrespeitar seu 'personal Chef' na frente dele

 

 

Charli D'Amelo é um dos maiores nomes do TikTok, e está quase nos 100 milhões de seguidores. Concomitantemente, toda a sua família angariou seguidores também. A irmã de Charlie, dixie, tem seus 43 milhões de seguidores. O pai delas, um político, tem 8 milhões de seguidores.




A moça tem 16 anos, e ela resolveu abrir um canal no Youtube onde ela e sua família jantam com um convidado especial, uma espécie de talk show familiar ao redor de uma refeição. Mas já no primeiro episódio, o comportamento dela e da irmã, que tem 19 anos, acarretaram numa perda de 1 milhão de seguidores em uma tacada só a ela.

 


Acontece que a família contratou um "personal Chef" pra fazer os pratos das refeições em questão que ocorrem no novo canal dela, "Dinner with the D'amelios", chamado Aaron May, que está no Hall da Fama de Chefs do Arizona e já apareceu em programas de TV.

 


No decurso da entrevista, chega o momento de Aaron trazer o prato principal, que ele anuncia ser uma Paella (aparentemente Valenciana, já que contém caracóis ou caramujos). O problema começou aí. Aaron diz que por muitos tal refeição é considerada ser sinal de "boa sorte". Charli diz em meio a uma tosse fingida: "mentirosos".

 


Logo depois, sua irmã pega um dos caramujos e cheira, gorfando imediatamente na frente do chefe, e correndo pra fora supostamente pra vomitar. Sua mãe dá uma leve bronca dizendo que ela estava sendo dramática.

 


Charli então diz ao Chef, visivelmente constrangido: "não tem como você fazer nugget em forma de dinossauros ao invés disso?". Por conta de tais comportamentos, a moça perdeu de uma vez 1 milhão de seguidores, indo de 99.5 milhões pra 98.5 milhões. Por isso, ela gravou um vídeo chorando no Instagram, considerando abandonar o TikTok.

 


Já sua irmã, Dixie, culpa a cultura do cancelamento. Ela diz que ama o Chef Aaron e nunca o desrespeitaria, e que simplesmente foi uma reação natural.

 

Após o vídeo chegar em 12 milhões de visualizações e uma enchurrada de críticas tanto nos comentários como por outros influencers, a "drenagem" de seguidores foi imediata. A maior crítica foi o comportamento infantil das duas irmãs, desrespeitando o trabalho de um funcionário na frente dele.

Fonte: NY Post