Tecnologia do Blogger.

Abrigo chinês para animais é acusado de esfolar tigres pra vender a pele por R$552.000


Após receberem denúncias anônimas, a Fundação de Conservação da Vida Selvagem Chinesa e Desenvolvimento Verde (CBCGDF) decidiu jogar tudo pro público através da rede social Weibo.




Segundo as denúncias, feitas anonimamente por funcionários do lugar, o Serviço de Resgate à Vida Selvagem Qinhuangdao, fundado em 2000, tigres do local são esfolados após serem eletrocutados pra que a pele seja vendida pelo equivalente a 552.000 reais (700.000 yuan).



Além disso, os ossos são usados pra feitura de uma bebida chamada "vinho de ossos de tigre", que muitos chineses creem que melhora a performance sexual. O serviço foi fundado pela Associação de Conservação da Vida Selvagem da China, que por sua vez foi fundada pelo governo em 1983.

 

Os ossos do tigre e o "vinho"

 

                                                       Embora seja proibido oficialmente, na prática não é bem assim, e em muitas regiões é anunciado como se fosse legalizado

De acordo com os denunciantes, que entraram em contato com a CBCGDF e pediram anonimato, o lugar mantém mais de 10.000 animais que são destinados a vendas semelhantes. Segundo eles, a organização relata o animal como morto, e então começa a prepará-lo pra "extração", onde, no caso do tigre, a pele é removida com ele vivo, e os ossos posteriormente são moídos pro tal vinho.

 

                            Segundo os denunciantes, esse tigre da foto foi eletrocutado e logo em seguida esfolado

 

A CBCGDF publicou as fotos enviadas como provas na conta deles do Weibo, o "Twitter chinês".


A Associação que sofreu as acusações negou elas sem dar mais detalhes.


Fonte: DailyMail