Tecnologia do Blogger.

Homem injeta vaselina tentando aumentar o pênis e ele apodrece


Um homem de 45 anos foi ao hospital depois de 5 dias sofrendo de uma "sensação de coceira" por dentro de sua genitália. Ao final desses 5 dias, ele notou que o membro começou a expelir um fluído, inchar, e úlceras começaram a abrir.




Além disso, ele começou a se sentir fraco e ter febres. O homem revelou aos médicos que há dois anos atrás (segundo ele) ele injetou vaselina no pênis numa tentativa completamente insana de aumentá-lo. 


Quem relatou o caso foi o doutor Amer Amin, publicando-o no Urology Case Reports, e dizendo ali que o homem não parecia nada bem. O pênis estava extremamente deformado, "macio" e cheio de fluído.


No momento do exame, feridas começavam a pulular, e o homem foi diagnosticado com a rara síndrome de Fournier, quando numa gangrena na genitália também bactérias comedoras de carne param por ali pra um sanduba.


Nosso protagonista então é levado pra uma cirurgia de emergência, onde a pele morta foi removida e o pus foi drenado. Acabou que foram necessárias 3 operações pra remoção de toda a pele morta e pus presentes ali.


Após 10 dias de recuperação, a febre passou, e o homem recebeu alta. O caso foi relatado nas ilhas do Pacífico Sul, onde aparentemente isso tem sido comum. Os médicos apontam que da injeção até o apodrecimento pode levar de 36 a 48 meses, como foi o caso deste homem.