Tecnologia do Blogger.

Idosa de 74 anos mata com .22 bandido que invadiu sua casa, tem ataque cardíaco e sobrevive

 Imagem ilustrativa

Uma idosa de 74 anos dormia tranquilamente em sua casa que fica na cidade de Leavenworth, no Kansas, quando um bandido invadiu a residência. Por volta da 1:15 da manhã, Ralph B., de 41 anos, acabou fazendo um barulhão ao invadir, e acordou a idosa (cujo nome não é revelado).




Ela imediatamente liga pra polícia, e estava com um atendente no telefone quando Ralph, ouvindo ela falando, entrou em seu quarto. Acontece que 1 semana antes alguém tentou entrar na casa dela, não se sabe se foi a mesma pessoa, no entanto.


Por causa disso, ela fez um boletim de ocorrência e comprou um revólver calibre 22. Ao lado da sua cama, na escrivaninha, a idosa sabiamente deixou seu telefone e seu revólver. Enquanto ligava pra polícia, já estava com a arma na mão, mirando pra porta.


Quando Ralph entrou achando que encontraria uma "presa fácil", levou um tiro na cabeça, e morreu no local. O Major da polícia de Leavenworth, Dan Nicodemus, disse que ela só se defendeu, não fazendo nada de errado.


No entanto, outra coisa viria ameaçar a vida da idosa: logo após apertar o gatilho, ela começou a sofrer um ataque cardíaco. Ainda bem que, dada a comoção no telefone com o operador da polícia, viaturas já estavam a caminho de sua casa.


O promotor público de Leavenworth, Todd Thompson, disse que "obviamente, o condado não vai abrir nenhuma queixa contra a idosa de 74 anos". De acordo com a capivara de Ralph, ou seja, seus antecedentes, ele já havia sido preso em 2017 por outra tentativa de roubo. A família do homem disse que não sente raiva da idosa, pois ela apenas se defendeu.


Segundo os familiares do bandido, ele se perdeu nas drogas após ser abandonado pela mulher e ver uma "figura paterna" morrer.

 

Fonte: KTLA News e Fox News