Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Youtuber publica review negativo com informações falsas e obriga restaurante a fechar

Um Youtuber chamado HayanTree, que faz reviews de restaurantes e lanchonetes, acabou ficando popular pelos vídeos detalhados. O homem, da Coreia do Sul, dessa vez foi a um restaurante em Daegu, do gênero "coma o quanto puder", que serve caranguejo mergulhado nos mais diversos molhos.




O sul-coreano acabou ficando famoso no país, e seus reviews realmente influenciam os negócios. Se um review seu for positivo, o negócio acaba crescendo. Tal fenômeno, que já aconteceu com "críticos culinários", que escreviam seus reviews em revistas e jornais, agora se volta aos youtubers e instagrammers (com o diferencial de que os críticos estudavam pra isso na maior parte dos casos).

 


Em certo ponto do review que estava fazendo no dia 7 de dezembro ele foi encher de novo o seu prato, e acabou notando grãos de arroz em sua marinada, e levantou a suspeita de que o restaurante estivesse reutilizando arroz velho que não foi vendido, o que seria um ato horrendo na Coreia, embora aqui seja a regra.


Seu review baseado em tal suspeita viralizou chegando em 1.000.000 de visualizações entre os sul-coreanos. O impacto que tal vídeo provocou sobre o nome do restaurante foi tamanho que eles resolveram fechar as portas, e quem sabe reabrir com outro nome futuramente.

 


"Em menos de duas ou três horas depois de que ele publicou o vídeo, nossos funcionários deixaram esclarecimentos no vídeo dizendo múltiplas vezes que não reutilizamos nossa comida não vendida e que poderíamos fornecer filmagens das câmeras de segurança, mas nossos comentários foram bloqueados, não permitindo que os outros vissem", disse o dono do restaurante ao Korean Herald.

 

De fato, as filmagens então provando a versão do restaurante foram publicadas por eles, e ficou claro também pelas filmagens que tais grãos de arroz foram os restos que o próprio youtuber deixou cair em sua bandeja. Após a viralização desse vídeo, e o "backlash" que o youtuber sofreu, ele apagou o review e publicou um vídeo pedindo desculpas, que já chegou em 2.000.000 de visualizações. 

 


Segundo o youtuber, ele se ofereceu pra filmar outro vídeo onde ele falaria bem do restaurante, mas o "dono se sentiu desconfortável". Ele pediu desculpas e disse que pensará mais sobre o impacto das coisas que fala.


Sobre o sentimento de desconforto, o dono diz que quando o youtuber veio filmar o outro vídeo, eles já tinham fechado o restaurante. O dono do lugar também disse que "o abuso e a tirania dos youtubers são mais assustadores do que o coronavírus".


Tal caso gerou um debate sobre a regulamentação da atividade de tais influencers, já que até o momento ele não sofreu nenhuma consequência disso (a não ser a perda de 55.000 inscritos, indo pra 645.000). O dono do restaurante registrou um projeto de lei popular no site do governo pra que a atividade de influencers seja regulamentada pra que sejam implementadas regras onde eles se responsabilizem das coisas que fazem.


Fonte: Korea Herald