Tecnologia do Blogger.

Cyberpunk 2077 é processado pelos PRÓPRIOS INVESTIDORES por propaganda enganosa

Imagens ilustrativas

Antes de seu lançamento que foi atrasado sei lá quantas vezes, o jogo já tinha vendido 8 milhões de cópias. Tal é o poder da publicidade: fazer 8 milhões de pessoas pagarem caro por uma promessa. No dia 10 de dezembro o jogo foi lançado, pra decepção da maioria dos seus compradores.



O resultado ficou tão ruim que a Sony interviu e removeu o jogo do Playstation Store, dando um reembolso pra todo mundo que comprou. O desenvolvedor pediu desculpas pela má qualidade e prometeu dar um jeito em tudo.

 


E agora, mais um golpe na CD Projekt Red, a desenvolvedora do jogo. Afinal, ela está sendo processada pelos seus próprios investidores. O processo foi apresentado à justiça americana no dia 24 de dezembro, pela firma de advogados Rosen Law, que está representando os investidores.

 


De acordo com um comunicado à imprensa publicado no site da Rosen Law, o processo visa recuperar os danos financeiros causados pelas promessas infundadas da CD Projekt Red. Segundo a Rosen Law:

 


"O Cyberpunk 2077 estava virtualmente injogável nas atuais gerações de Xbox e Playstation por conta de um enorme número de bugs; como resultado, a Sony removeria o Cyberpunk 2077 da Playstation Store, e a Sony, a Microsoft, e a CD Projekt teriam que oferecer reembolsos. Consequentemente, a CD Projekt receberia danos pecuniários e de reputação", e tudo isso porque, segundo o processo, as promessas da CD Projekt eram "materialmente falsas".


 

O criador do Cyberpunk respondeu ao processo dizendo que vai se "defender vigorosamente". No site da firma de advocacia, todos os que investiram na empresa entre os dias 16 de janeiro de 2020 e 17 de dezembro podem entrar no processo


Fonte: Bloomberg e Unilad