Tecnologia do Blogger.

Pedreiro que construiu túnel até casa da amante casada finalmente foi flagrado

 A foto da direita é ilustrativa

Muitas pessoas já se viram numa situação de terem levado um chifre, mas alguns foram vítimas de buracos mais profundos, digamos assim, como é esse caso que veio à tona em Tijuana, no México.




Um pedreiro casado chamado Alberto (só os primeiros nomes foram revelados pela mídia) começou a ter um caso adúltero com uma mulher chamada Pâmela, também casada.

 

Conforme a relação adúltera progredia, os dois notaram que era arriscado ficar saindo de casa pra se encontrarem. O pedreiro então resolveu usar suas habilidades que aprendeu no trabalho pra inventar um modo deles se encontrarem sem precisar dar as caras por aí.

 

A solução foi um túnel, que ligava a casa de Alberto à casa da Pâmela. O marido de Pâmela é segurança, e eles aproveitavam o turno noturno dele (e enquanto a mulher de Alberto dormia) pra se verem.

 


Mas nesse final de ano Jorge, o marido de Pâmela, foi liberado mais cedo, e quando chegou em casa ouviu barulhos que não indicavam uma boa notícia. Correu até o quarto, e durante a corrida os dois adúlteros perceberam a chegada surpresa, fazendo com que Alberto rapidamente fugisse pela casa.

 

Jorge entrou no quarto, olhou embaixo da cama, onde em cima estava a sua mulher "com muito calor", e não viu ninguém. Notou passos rápidos indo pra sala, correu até lá, e viu que o homem havia desaparecido.

 

Talvez Pâmela tenha tentado convencê-lo de que era uma alucinação da madrugada, afinal, ele estava cansado. Ou quem sabe um demônio incubus. Mas Jorge não caiu no papo e começou a revirar a sala, até que arrastou o sofá e encontrou um buraco.

 

Louco de raiva, ele pulou no buraco e passou a correr atrás de Alberto, que já estava na sua casa. Chegando ao final do túnel, ele estava na sala de Alberto, que implorou que Jorge não contasse nada a sua mulher.


Obviamente Jorge foi direto ao quarto da mulher de Alberto e contou tudo pra ela. Logo em seguida, os dois saíram na porrada na frente dela. Enquanto isso Pâmela havia chamado a polícia, pois sabia que ia dar ruim.


A polícia chegou no momento dessa briga, acalmou os ânimos e deteve Alberto pra evitar o pior, mas posteriormente ele foi liberado. O que ficou mesmo foi o chifre, e o túnel, que agora pode muito bem vir a ser o túnel do homicídio passional.


Fonte: Dailymail