Tecnologia do Blogger.

Pescadores bêbados acham fugitivo pelado cercado por crocodilos e tomam breja com ele

Dois amigos australianos foram pescar levando consigo uma caixa térmica cheia de cerveja, e quem sabe o rolê era mais sobre a cerveja do que sobre os peixes potenciais. Sempre que há uma desculpa pra você ficar isolado no meio do nada bebendo cerveja, você aproveita.




Cam Faust foi com seu amigo Kev Joiner a um rio da cidade de Darwin. Eles foram colocar armadilhas pra caranguejos, mas no meio do caminho viram algo estranho. Um homem chamado Luke Voskresensky, de 40 anos, estava gritando por ajuda lá no meio.

 


O homem estava pelado, cheio de cortes, lama e picadas de inseto, e explicou que estava perdido por ali há 4 dias, e sobreviveu comendo caramujos. Ele deu uma explicação nada com nada pelo motivo da nudez, o que fez os amigos desconfiarem de alguma coisa. 

 


Além disso, o homem tinha construído uma espécie de ninho na árvore, que estava 1 metros acima do rio infestado de crocodilos. Mas então os dois amigos resolveram deixar ele subir no barco e que se exploda. 


Eles então passaram o resto do dia juntos bebendo cerveja. Os dois amigos acharam que Luke teve uma noite maluca no réveillon e acabou se perdendo ali. Luke ganhou uma bermuda, é claro. Eles começaram a voltar pro portinho de Darwin enquanto os três tomavam uma cerveja ao pôr-do-sol, e os homens avisaram sobre o homem perdido.

 


Por isso, quando chegaram lá, uma ambulância já esperava. A questão é que Luke foi parar lá porque estava fugindo da polícia. Acusado de assalto à mão armada, múltiplas agressões físicas, deprivação de liberdade e furto, o homem havia sido preso e liberado sob fiança. Mas nessa liberação, uma tornozeleira foi colocada nele.


Luke não gostou da ideia e arrancou a tornozeleira. Sabendo que a polícia iria atrás dele, se enfiou no mato. Voltando à nossa história, já no hospital, Luke foi colocado sob guarda da polícia. Seu julgamento foi marcado pro dia 9 de fevereiro, que incluirá essa sua peripécia.


Cam Faust, um dos dois amigos que resgataram o homem, disse que até ia visitar o cara no hospital, mas depois que ficou sabendo de sua capivara (ou seja, seus antecedentes), desistiu da ideia.


Fonte: 9News (Jornal Australiano)