Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Ativista que invadiu fazenda e "resgatou" 16 coelhos acabou matando 90 durante a "missão"

 

Um tempo atrás apareceu aqui no Ovelhas a história da ativista vegan que invadiu uma fazenda pra resgatar coelhos, e que alegou ter levado tiros, que quebraram a janela de seu carro e cortaram seu rosto.




Em uma publicação no Instagram, a ativista que se auto-denomina Mythical Mia relata que "resgatou" 16 coelhos de uma fazenda em Osona, Catalunha, uma comunidade autônoma na Espanha. A moça levou os coelhos "resgatados" pra uma veterinária.

 


Segundo um relatório da polícia, de fato houve a tensão entre o grupo de fazendeiros e as duas ativistas que fugiram de carro, mas relata que a janela foi quebrada por algum objeto sólido, como uma pedra, ao invés de um tiro de .12, como foi relatado pela ativista.


Mas de acordo com relatos dos moradores locais, em entrevistas dadas ao jornal La Vanguardia, a "missão" de Mia resultou em desastre. O lugar da fazenda onde elas invadiram foi o "berçário", digamos assim, onde coelhas prenhes ou lactantes ficam em espaço separado pra que cuidem com calma dos filhotes nesse período frágil da vida.

 


Começou que, pegando os coelhos desesperadamente, afinal, temiam ser flagradas, acabaram ou quebrando a coluna ou provocando o aborto em "várias" coelhas. As com coluna quebrada tiveram que sofrer eutanásia. Além disso, as 16 coelhas "resgatadas" estavam amamentando, e 90 filhotes que ficaram sem a mãe tiverem que sofrer eutanásia.


Mia nega as acusações, e diz que levou com ela uma "veterinária profissional", que só tocou nos coelhos que "foram resgatados" e que não deixou nenhum bebê sem as mães, embora elas tenham entrado num lugar só com coelhas prenhes e lactantes.


Fonte: Jornal La Vanguardia