Tecnologia do Blogger.

"MENSTRUAÇÃO VICARIANTE OCULAR": Condição rara faz mulher de 25 anos menstruar pelos olhos

                                                                          As fotos nessa publicação são ilustrativas

Todo mês as mulheres que não engravidaram menstruam, a não ser que elas tomem anti-concepcional "unindo" as cartelinhas, fazendo com que seus úteros atrofiem muito em breve, causando uma dor horrenda.

 



Mas a maioria não faz isso, e portanto menstrua todo mês. Algumas apenas sangram pela genitália, outras sentem cólicas mais ou menos fortes, outras sentem dor de cabeça e cansaço, variando os sintomas e a intensidade dos mesmos. 


Porém, existe uma rara condição chamada "menstruação vicariante", onde a mulher sangra por outros orifícios que não o costumeiro. Isso se dá pela sensibilidade anormal de alguns tecidos por conta da alta presença de estrogênio no corpo. Por isso a maior parte dos casos de menstruação vicariante é pelo nariz, onde por dentro há uma mucosa sensível.


Mas existem casos de menstruação vicariante onde a pessoa sangra pelos lábios, ou até em órgãos internos, como o estômago. Mas esse caso extremamente raro registrado na Índia talvez nunca tenha sido analisado antes por médicos: a menstruação vicariante ocular.

 



Casos de hemolacria são mais comuns, ou seja, onde a pessoa chora sangue, mas nesse caso, a moça de 25 anos só chora sangue no período da sua menstruação. Ela foi a um hospital de Chandigarh, na Índia, um tanto assustada, afinal, ela estava chorando literalmente sangue.


Todos os exames não apontaram nada de anormal ou perigoso, e após questionarem a paciente, os médicos descobriram que no mês passado a mesma coisa tinha acontecido durante sua menstruação, e que agora, naquele momento ali, ela estava menstruada, levando os médicos ao diagnóstico.


Segundo a mulher, que não teve a identidade revelada, as lágrimas de sangue não estavam causando nenhuma dor ou desconforto. Os exames oftalmológicos e radiológicos não detectaram nada de anormal, e ela não estava sangrando de outros lugares.


Ela foi tratada com uma combinação de estrogênio com progesterona, e após três meses de tratamento as lágrimas de sangue pararam. O caso foi relatado na revista médica BMJ Journals, na seção Case Reports. O relatório completo você encontra clicando aqui.